Hotelaria de Cabo Frio espera ocupação máxima no carnaval

Após fevereiro fraco, hotéis e pousadas devem lotar

  
  

O mês de fevereiro, ao contrário do que era esperado, foi de baixa ocupação na rede hoteleira de Cabo Frio. Mas, a recuperação é esperada para o carnaval, já que hotéis e pousadas deverão registrar ocupação máxima nos dias de folia. De acordo com o presidente da Associação de Hotéis e Turismo (AHCF) da cidade, João Vissirini, o período, que normalmente é de grande movimento na cidade, vai absorver boa parte do público que iria para a Região Serrana, atingida pela tragédia das chuvas. A Secretaria de Turismo do município estima que Cabo Frio deve receber turistas do Rio de Janeiro, a grande maioria, além de mineiros, paulistas, goianienses e brasilienses.

Enquanto o carnaval não chega, a hotelaria local registra um fevereiro atípico no período de verão: 50% de ocupação em todo o mês. O presidente da AHCF acredita que houve perdas irreparáveis na ocupação desta temporada em pelo menos 40% da previsão. Os principais motivos, para Vissirini, continuam sendo a imagem negativa da ressaca da Praia do Forte, que alcançou a mídia nacional, e as fortes chuvas que atingiram cidades emissoras de turistas para Cabo Frio.

Após o Carnaval, há a proximidade da baixa temporada e o “fantasma” da sazonalidade que sempre ronda cidades litorâneas após o verão. Em parceria com a Secretaria Municipal de Turismo, diversas estratégias estão sendo elaboradas para reverter a situação. De acordo com o presidente Vissirini, a receita é simples: organizar o que é problema, como a super ocupação de casas de aluguel e o excessivo número de ambulantes. “É necessário desenvolver ações para a implementação de voos permanentes para o aeroporto local, captar reuniões empresariais e implementar um calendário de eventos que atraia a visitação”, afirma o presidente da AHCF.

Fonte: Monte Catelo Ideias

  
  

Publicado por em