MTur fará nova classificação hoteleira

Serão estabelecidas matrizes para oito tipo de empreendimentos

  
  

O Ministério do Turismo (MTur), em conjunto com o INMETRO e a Sociedade Brasileira de Metrologia (SBM), começa a realizar no final de fevereiro uma série de oito encontros nas cinco regiões do país com o objetivo de estabelecer as matrizes para a nova classificação dos meios de hospedagem brasileiros. Os encontros estabelecerão critérios para oito tipos de empreendimentos: resorts, pousadas, hotéis urbanos, flats, hotéis fazenda, hotéis de selva, hotéis históricos e os chamados “cama e café”.

“O mercado necessita de uma padronização e um referencial para os meios de hospedagem, como demonstraram os processos de candidatura do país para a Copa de 2014 e os Jogos Olímpicos de 2016”, resume Ricardo Martini Moesch, Diretor do Departamento de Estruturação, Articulação e Ordenamento Turístico do MTur.

Segundo dados do Código Nacional de Atividades Econômicas do Ministério da Fazenda (CNAE), existem hoje no Brasil cerca de 28 mil estabelecimentos hoteleiros. Seis mil deles estão cadastrados no Ministério do Turismo, através do Cadastur (www.cadastur.turismo.gov.br).

Com a nova classificação, o ministério espera ter um controle mais rígido em relação à qualidade dos serviços prestados, dando credibilidade à hotelaria brasileira.

A nova classificação é um dos três itens do acordo de cooperação celebrado entre o MTur, o INMETRO e a SBM, que prevê, também, o estudo de viabilidade para a implantação de um Hotel Conceito no Parque Tecnológico do INMETRO em Xerém (Duque de Caxias/RJ), e a criação de um selo de qualidade que atingirá os prestadores de serviços turísticos.

Fonte: MTur

  
  

Publicado por em