Rio de Janeiro discute a nova classificação hoteleira do Brasil

Os modelos abordados já são utilizados na Europa, na África e outros países, oferecendo ao Brasil a possibilidade de usufruir de um padrão internacional.

  
  

As fortes chuvas que abalaram a cidade do Rio de Janeiro, não impedem a realização de mais uma etapa da nova classificação dos meios de hospedagem brasileiros.

Promovido pelo Ministério do Turismo, em conjunto com o Inmetro e Sociedade Brasileira de Metrologia, o evento acontece de 08 a 09 de abril no Hotel Golden Tulip Regente, na praia de Copacabana.

O encontro busca estabelecer critérios para a elaboração da Matriz para os chamados cama e café, dando prosseguimento à sequência para discutir oito tipos de empreendimentos hoteleiros no Brasil: hotéis urbanos, resorts, hotéis fazenda, hotéis históricos, pousadas hotéis de floresta.

A nova reclassificação hoteleira é voluntária e nos encontros, técnicos especializados interagem com empresários do setor de turismo visando definir os critérios de avaliação de forma aberta, democrática e flexível.

Os modelos abordados já são utilizados na Europa, na África e outros países, oferecendo ao Brasil a possibilidade de usufruir de um padrão internacional.

De acordo com o diretor de Estruturação, Articulação e Ordenamento Turístico do MTur, Ricardo Moesch, “a ação vai possibilitar, acima de tudo, mais informações ao turista na hora de optar por um meio de hospedagem”.

Fonte: Adriano Frauches

Visite: www.revistaecotour.com.br

  
  

Publicado por em