Vizinhos das doze cidades-sede da Copa atendem a cerca de 200 mil hóspedes

Municípios fora da região metropolitana, a até 150 quilômetros das cidades-sede, dispõem de 2.484 mil meios de hospedagem

  
  

Pesquisa encomendada pelo Ministério do Turismo ao Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) revela que, além da oferta disponível nas regiões metropolitanas, existem 2.484 meios de hospedagem num raio de até 150 quilômetros das cidades-sede. No total, foram pesquisados 86 municípios, que registraram 69.126 leitos capazes de atender a 184.295 hóspedes simultaneamente.

O Rio de Janeiro é a cidade com maior capacidade para receber turistas nos municípios vizinhos fora da região metropolitana. São 964 estabelecimentos, com 23.279 unidades habitacionais capazes de atender a 62.853 visitantes simultaneamente. Na lista estão incluídos municípios como Teresópolis, Petrópolis e os integrantes da Região dos Lagos.

Em segundo lugar estão São Paulo e os municípios de interesse turístico da região. São 343 estabelecimentos e 13.550 unidades habitacionais capazes de atender a 36.202 hóspedes. Entram na lista as cidades de Campinas, Guarujá, Praia Grande, Santos, entre outros. O terceiro estado com mais oferta de meios de hospedagem nos arredores das regiões metropolitanas das capitais é o Rio Grande do Sul, com 279 estabelecimentos e 14.005 unidades habitacionais, suficientes para atender a 35.851 visitantes.

“Os números nos permitem afirmar que o Brasil estará bem preparado para acomodar os turistas durante a Copa do Mundo em 2014”, afirma o ministro do Turismo, Gastão Vieira. Levando-se em consideração as cidades-sede, suas áreas metropolitanas e os municípios de interesse turístico ao redor, são 7.994 mil estabelecimentos hoteleiros. Eles dispõem de 323.331 unidades habitacionais, capazes de atender a 751.490 hóspedes ao mesmo tempo.

Fonte: MTur

  
  

Publicado por em