Ministra do Turismo discute estratégias de promoção do Brasil e enfrentamento da crise aérea no exterior

http://institucional.turismo.gov.br/portalmtur/export/sites/default/Portal_Mtur/galeria_imagens/IMG_6198_gr.JPG A ministra do Turismo, Marta Suplicy, reuniu-se hoje (01), em Brasília (DF), com os executivos r

  
  

http://institucional.turismo.gov.br/portalmtur/export/sites/default/Portal_Mtur/galeria_imagens/IMG_6198_gr.JPG

A ministra do Turismo, Marta Suplicy, reuniu-se hoje (01), em Brasília (DF), com os executivos responsáveis pelos nove Escritórios Brasileiros de Turismo no exterior (EBTs), por meio da Embratur (Instituto Brasileiro de Turismo), para discutir o impacto da crise aérea, ações de enfrentamento e as próximas estratégias da promoção do Destino Brasil no exterior.

Dentre os temas em pauta na reunião e anteriormente discutidos a partir do Plano Aquarela, ganhou destaque a proposta de promoção conjunta do Brasil, Peru e México, países latino-americanos na lista das Novas Sete Maravilhas do Mundo Contemporâneo. Também a possibilidade de futura promoção internacional conjunta dos sete países eleitos como Sete Maravilhas, além de ações para otimizar a vinda de mais turistas japoneses ao Brasil por ocasião das comemorações do Centenário da Imigração Japonesa em 2008. Mais um importante ponto foi tratado no encontro: a necessidade de ampliação das ligações aéreas regionais no País e o apoio à captação de rotas internacionais. O Ministério do Turismo já colocou essas questões ao CONAC (Conselho Nacional de Aviação Civil), em reunião do último dia 20.

Os EBTs estão presentes em Portugal, Espanha, Itália, Reino Unido, França, Alemanha, Estados Unidos (costas Leste e Oeste), Japão, e América do Sul. Trabalham a promoção do Brasil diretamente com os profissionais de turismo locais para atingir metas do Plano Nacional de Turismo de 7,9 milhões de turistas estrangeiros e US$ 7,7 bilhões de divisas, em 2010.

Fonte: MTur

  
  

Publicado por em