MTur discute integração no turismo durante encontro do Mercosul

O Ministério do Turismo participou, nos dias 18 e 19 de maio, do Encontro de Governadores do Nordeste Brasileiro e do Noroeste Argentino, em Tucumán, província argentina. Na reunião, que tratou das propostas deliberadas pel

  
  

O Ministério do Turismo participou, nos dias 18 e 19 de maio, do Encontro de Governadores do Nordeste Brasileiro e do Noroeste Argentino, em Tucumán, província argentina. Na reunião, que tratou das propostas deliberadas pelo Foro Consultivo de Municípios, Estados Federados, Províncias e Departamentos do Mercosul, foi elaborado um protocolo de intenções entre as duas regiões do Brasil e da Argentina.

Formulado em três áreas de atuação – turismo e cultura; cooperação universitária; e desenvolvimento regional –, o protocolo de intenções é resultado das experiências vivenciadas pelos dois países. No setor do turismo, o Prodetur NE II, que disponibiliza recursos da ordem de US$ 400 milhões para os estados do Nordeste brasileiro, foi um dos exemplos de sucesso apresentados pelo Brasil. “A intenção é fazê-los compreender a importância de se criar mecanismos de captação de recursos para a estruturação do turismo”, disse o assessor especial do Ministério do Turismo, Roberto Garibe.

De acordo com Garibe, representante da ministra Marta Suplicy, durante o Encontro, foi feita uma apresentação do Plano Nacional de Turismo, que traça as políticas públicas para o setor. Entre os resultados do evento, destacou ele, está o incentivo a novas rotas turísticas entre as regiões do Brasil e da Argentina. “Temos semelhanças históricas e econômicas. No turismo, essas regiões têm características distintas, o Brasil com Sol e Praia e a Argentina com boas opções de turismo em montanhas, mas esses segmentos se complementam”, afirmou Garibe.

O Encontro contou com a presença de seis dos noves governadores do Nordeste brasileiro. O próximo passo para a integração e cooperação dessas regiões será a formulação da agenda de Tucumã, com as ações previstas após o Encontro. Entre as estratégias de cooperação entre os países do Mercosul, apresentados pelo Foro Consultivo, está a realização dos seminários Frente Norte do Mercosul, em Belém (PA); e Amazônia e Patagônia, ambos no segundo semestre deste ano.

Sobre o Foro Consultivo do Mercosul – O Foro Consultivo de Municípios, Estados Federados, Províncias e Departamentos do Mercosul foi criado em dezembro de 2004, na Cúpula de Ouro Preto, e instalado em janeiro de 2007, durante a Cúpula de Chefes de Estado do Mercosul, no Rio de Janeiro.Considerado um novo marco no processo de integração regional, é o espaço institucional dos governos locais e regionais na estrutura formal do Mercosul, visando avançar na estratégia de integração regional.

Integram o Foro os seguintes países: Brasil, Argentina, Uruguai, Paraguai e Venezuela. Por ser uma deliberação do Foro Consultivo, o Encontro dos Governadores teve a finalidade de identificar políticas institucionais, conhecimento mútuo e possibilidades de cooperação e integração entre as regiões do Brasil e da Argentina.

Fonte: MTur

  
  

Publicado por em