Parque do Carmo recebe 29ª edição da Festa das Cerejeiras

Neste domingo (05/08) acontece, das 9h às 17h, a 29ª edição da Festa das Cerejeiras no Parque do Carmo. Anualmente, a Federeção de Sakura e Ipê do Brasil organiza o evento para cerca de três mil pessoas

  
  

Neste domingo (05/08) acontece, das 9h às 17h, a 29ª edição da Festa das Cerejeiras no Parque do Carmo. Anualmente, a Federeção de Sakura e Ipê do Brasil organiza o evento para cerca de três mil pessoas na Zona Leste.

No próximo domingo (05/08) será realizada a 29ª Festa das Cerejeiras, das 9h às 17h, no Parque do Carmo. Neste dia, os nipônicos resgatam a tradição Hanami, que é o ato de olhar as flores e sentir a carícia de suas pétalas no rosto.

De acordo com os hábitos japoneses, o culto ao Hanami transmite paz interior. O evento é realizado anualmente, em agosto, pela Federação de Sakura e Ipê do Brasil. As últimas edições da festa reuniram cerca de três mil pessoas durante o dia.

Além do espetáculo proporcionado pela floração do ipê, o público vai contar com uma amostra de árvores cultivadas pela Federação; além do odori, dança típica japonesa, e dança country, ginásticas rítmicas, corais e show de palco. No Parque do Carmo existem vários tipos de flores de cerejeira, com cerca de 1,5 mil árvores plantadas. A flor de cerejeira é a flor símbolo dos nipônicos.

Comidas típicas como mandyu (doce recheado com massa de feijão azuki), yakissoba, udon (macarrão ensopado), sakura moti, tempurá, dorayaki serão vendidas nas barracas espalhadas pelo Parque. Haverá também barracas de comidas brasileiras, com pastéis e churrasco. Existem 14 associações japonesas da região Leste envolvidas com o projeto do evento.

A História

A festa que celebra o cultivo da sakura (cerejeira - planta nativa do Japão) no Brasil, a Sakura Matsuri, teve história muito importante para os descendentes de japoneses. A flor, que tem tradição forte no Japão, teve projeto de cultivo somente em 1974 pelo senhor Matsuba, que residia na Zona Leste.

Matsuba queria um terreno no Parque do Carmo para plantar as cerejeiras e trazer para as comunidades próximas um pouco de sua cultura. Com a idéia e o plano traçado foi até o então prefeito de São Paulo Mário Covas e pediu a liberação do terreno para a compra. Sensibilizado com o projeto do senhor Matsuba, o prefeito concordou com o projeto.

A partir daí o plantio das cerejeiras começou no local. As sementes trazidas do Japão não vingaram no solo brasileiro e só depois, com a vinda de mudas da espécie, pôde-se dar início ao que seria no futuro uma celebração. Bem mais tarde foi fundada a Associação da Cerejeira do Parque do Carmo, que abraçou todas as comunidades ao redor. Hoje a Associação deu espaço para a criação da Federação de Sakura e Ipê do Brasil.

Programação do Evento

8h - Abertura do bosque das cerejeiras para visitação
10h - Abertura do evento (Execução dos Hinos Nacionais do Japão e Brasil; Pronunciamento do Presidente Yano, visitantes e autoridades)
Danças Folclóricas - Apresentações da Associação de Vila Matilde (Yama no Rosaria, Canção da Alegria e Otetê Tsunaide); de Palco (Takeda Bushi e Kuroda Bushi); de São Miguel Paulista (Yossakoi Soran) e de Ribeirão Pires
Dança Country - Apresentações do Nippon Country Club e do Grupo Country da Cidade Patriarca
Shiawasse - Grupo de ginástica
17h - Encerramento

fonte: Portal da Prefeitura de São Paulo

  
  

Publicado por em