Abav capacita mais de 5 mil profissionais em 2010

Para o ano que vem, estão previstas 35 turmas do curso “Gestão Estratégica”

  
  

Ao longo deste ano, o PROAGÊNCIA II, executado pela Abav Nacional em parceria com o Sebrae, cumpriu com seu principal objetivo: capacitar e certificar profissionais do setor de agenciamento turístico no Brasil. Em 2010, o programa atingiu mais de 5 mil profissionais através dos diversos cursos de Educação à Distância oferecidos e do Training Show “Competitividade, um caminho para o sucesso”, que percorreu todo o Brasil.

“Só nos cursos de Educação à Distância, onde fechamos 120 turmas, atingimos 1.820 profissionais. Isso sem falar no Training Show que foi assistido por mais de 1.900 pessoas em todo o País”, destaca Antonio Azevedo, Diretor do ICCABAV/PROAGÊNCIA.

O presidente da Abav Nacional, Carlos Alberto Amorim Ferreira, o Kaká, acrescenta que, com as ações desenvolvidas pelo programa durante o 38º Congresso Brasileiro de Agências de Viagens e Feira das Américas – Abav 2010 -, foi possível ampliar ainda mais a abrangência.

“Mais de mil agentes foram capacitados no evento através das ações do PROAGÊNCIA como a plenária do Training Show e a palestra Estratégias para o Turismo Receptivo”, complementou Kaká.

Além disso, o programa lançou três importantes publicações este ano. Em “Estratégias de Inteligência Competitiva para as Agências de Viagens”, são apontadas as práticas e os conceitos da Inteligência Competitiva (IC) que devem ser utilizados pelo Agente de Viagens como forma de antecipar-se às tendências mercadológicas e à evolução da concorrência, ajudando o profissional a avaliar as oportunidades de desenvolvimento da empresa, orientando-a rumo ao sucesso.

No livreto “Estratégias de Marketing para Agências de Receptivo”, o leitor encontra, de forma detalhada, informações de como planejar e aplicar um plano de marketing definindo produtos turísticos mais competitivos e inovadores.

Já o manual prático “Como Vender para o Governo”, em formato de pergunta e resposta, ensina como as micro e pequenas agências de viagens podem participar de editais públicos, com base na Lei Complementar n. 123/06, que estabelece normas relativas ao tratamento diferenciado e favorecido a ser dispensado a este tipo de empresa.

Para o ano que vem, estão previstas 35 turmas do curso “Gestão Estratégica”, que percorrerá todo o Brasil e o lançamento da “Matriz de Competitividade para o Setor de Agenciamento de Viagens”, realizado em parceria com a Fundação Getúlio Vargas.

“O objetivo desta matriz é apresentar um diagnóstico completo do mercado turístico ao levantar informações diversas, como receita anual das Agências de Viagens, lucratividade, tempo de atuação, grau de terceirização dos serviços, número de dirigentes, segmento de atuação, distribuição dos clientes segundo a classe econômica, dentre outros”, finalizou Antonio Azevedo.

Fonte: ABAV Nacional

  
  

Publicado por em