Bem Receber Copa vai qualificar 8 mil profissionais do turismo ao ar livre

Projeto beneficiará atores dos segmentos de Aventura e Ecoturismo. Inscrições devem começar em novembro

  
  
O Bem Receber Copa – Ecoturismo e Turismo de Aventura terá foco nos gestores dos segmentos, guias, condutores e gestores de unidades de unidades de conservação. Poderão participar profissionais das cidades-sede e dos destinos indutores próximos a elas

O Ministério do Turismo (MTur) trabalha para que os turistas que virão ao país durante a Copa do Mundo de 2014 vejam mais que partidas de futebol. A intenção é que eles circulem e conheçam as nossas riquezas naturais. Para receber os visitantes que buscam atividades na natureza, o MTur vai qualificar oito mil profissionais que trabalham no atendimento desse público.

A ferramenta utilizada para essa capacitação será o programa Bem Receber Copa, que compreende um projeto específico para o Ecoturismo e o Turismo de Aventura, com ações de comunicação e capacitação. O programa foi tema de discussões nesta terça-feira (21), durante o segundo dia do Abeta Summit 2010, que acontece no Parque Anhembi, em São Paulo (SP).

De acordo com a Associação Brasileira das Empresas de Ecoturismo e Turismo de Aventura (Abeta), executora do projeto, a previsão é que as inscrições tenham início em novembro. Elas serão feitas pelo portal do Aventura Segura, programa que será concluído em 2010 e até o fim ano terá qualificado 5 mil pessoas. O objetivo é dar continuidade às ações já desenvolvidas.

Serão oferecidos 12 cursos, com modalidades presenciais, a distância e vídeo-aulas: Gestão Empresarial; Sistema de Gestão de Segurança; Aprimoramento de Produto; Acesso a Mercado; Sustentabilidade; Competências Mínimas do Condutor; Primeiros Socorros; Rafting; Arvorismo, Tirolesa e Rapel; Caminhada de Longo Curso; Turismo Fora de Estrada; Canionismo e Cachoeirismo; Observação da Vida Silvestre e Gestão da Visitação em Unidades de Conservação.

Segundo a coordenadora de Serviços Turísticos do MTur, Rosiane Rockenbach, os alunos serão preparados para informar os turistas sobre os atrativos da sua região. “É importante que esses profissionais tenham excelência não só na execução das suas atividades. Ele também tem que conhecer bem o seu destino e passar isso para o turista, para que o visitante retorne outras vezes depois da Copa”, explicou.

Os cursos estão sendo desenhados em parceria com a Fundação Getúlio Vargas (FGV) e o Instituto Casa Brasil de Cultura.

O Bem Receber Copa – Ecoturismo e Turismo de Aventura terá foco nos gestores dos segmentos, guias, condutores e gestores de unidades de unidades de conservação. Poderão participar profissionais das cidades-sede e dos destinos indutores próximos a elas. No entanto, os critérios de seleção deverão atender os locais em que há maior oferta.

A abeta estima que, atualmente, 19 mil pessoas trabalhem com esses segmentos. Na alta temporada, o número sobe para 25 mil. Até 2013, o MTur e a entidade terão qualificado 68,4% dos profissionais atuantes.

Para mais informações, acesse www.bemrecebercopa.com.br.

Fonte: MTur

  
  

Publicado por em