Brasil adotará sete matrizes de classificação hoteleira

Modelos que vão definir as categorias dos meios de hospedagem foram apresentados no Núcleo do Conhecimento do Salão do Turismo

  
  

O Ministério do Turismo apresentou na última sexta-feira (28) no 5º Salão do Turismo, em São Paulo (SP), as matrizes que servirão de parâmetro para a classificação dos meios de hospedagem brasileiros. Depois de quatro meses de discussão entre todos os segmentos envolvidos com a atividade turística, o público conheceu sete modelos que serão adotados para atribuir estrelas a sete tipos de alojamentos.

As novas matrizes foram aprovadas pela Associação Brasileira da Indústria de Hotéis (ABIH). Reunidos no Salão do Turismo, a maioria das regionais da ABIH, avalizaram a iniciativa do MTur, segundo o presidente nacional da entidade, Álvaro Bezerra de Melo. “Inicialmente ficamos preocupados devido as diferenças regionais que impedem uma padronização. Porém, o ministério propôs um debate onde pudemos adequar o sistema às necessidades da hotelaria”, disse Melo.

“Chegamos a um consenso feliz”, disse o presidente da Associação Brasileira de Resorts, Rubens Regis, que também participou dos debates sobre classificação hoteleira no Salão do Turismo. O Brasil abriga 40 resorts, que seguem modelos de certificação internacionais.

As novas matrizes ainda passarão por novo processo de avaliação com a realização de um projeto piloto. Serão adotadas matrizes para: hotel urbano, flat, resort, hotel histórico, hotel-fazenda, pousada e de cama e café.

Fonte: MTur

  
  

Publicado por em