Empresários brasileiros vão a Itália conhecer boas práticas em turismo

Objetivo é identificar boas práticas do turismo de bem-estar e termalismo, que possam ser aplicadas no Brasil

  
  

No próximo sábado (12), um grupo de empresários brasileiros segue para a Itália para participar da segunda etapa do programa “Benchmarking 2010 - Excelência em Turismo, aprendendo com as melhores práticas internacionais”, programa executado pela ABAV em parceria com o SEBRAE, EMBRATUR e Ministério do Turismo.

O foco de observação dessa viagem é o turismo de bem-estar e termalismo, e as visitas técnicas acontecem de 13 a 19 de junho na região de Toscana, nas cidades de Monsummano, Montecatini, San Casciano dei Bagni, Bagno Vignoni, Chianciano e Florença, onde se concentram Spas, Hotéis e Resorts focados neste segmento turístico.

“O empresários participantes dessa etapa trabalham com equipamentos e receptivo turístico ligado a termalismo e à saúde no Brasil, e vão ter a oportunidade de conhecer destinos que são referência neste segmento, aprender técnicas eficientes para atrair turistas e aplicá-las em seus próprios negócios”, explica o presidente ABAV Nacional Carlos Alberto Amorim Ferreira, lembrando que os participantes assinam termo de compromisso para difundir o conhecimento em seus estados de origem.

O Programa Benchmarking em Turismo é dividido em “Excelência em Turismo”, com quatro viagens internacionais, e “Vivências Brasil”, com seis viagens nacionais.

“É uma estratégia eficiente para identificar o que existe de melhor no turismo mundial com vistas ao fortalecimento qualitativo das atividades turísticas em nosso País”, explica o Diretor do ICCABAV e Gestor do Programa, Antonio Azevedo.

A primeira viagem técnica deste ano foi em maio para a República Tcheca, com observação da operação turística em países emergentes. Depois da viagem para a Itália será realizada a primeira etapa do “Vivências Brasil”, prevista para a última semana de junho em Recife e Olinda.

TURISMO DE SAÚDE E BEM-ESTAR

A Europa detém cerca de 90% do mercado mundial de turismo de bem-estar e saúde. Um estudo realizado pela empresa THR (Assessoria em Turismo, Hotelaria e Recreação) identificou que três milhões de viagens internacionais acontecem por ano na Europa tendo como motivação primária a busca por saúde e bem-estar, volume que representa aproximadamente 1,2% do total de viagens de lazer realizadas pelos europeus.

A Itália, destino desta etapa do Benchmarking, detinha em 2004 14,77% do mercado europeu, sendo o destino de turismo de saúde e bem-estar mais procurado do continente.

Para o presidente da ABAV, Carlos Alberto Amorim Ferreira “as tendências mundiais de culto ao corpo e preocupação com a saúde impulsionam este mercado, já bastante desenvolvido na Europa, mas com grande potencial de crescimento no Brasil”.

TERMALISMO

Termalismo é a atividade que compreende as diferentes maneiras de utilização da água mineral e sua aplicação em tratamentos de saúde. A riqueza de nascentes quentes e frias da Itália deriva da particular estrutura geológica do país, rico em fenômenos vulcânicos e permeada por uma densa rede de canais subterrâneos, riqueza explorada há mais de 2 mil anos na Itália.

Derivadas dos banhos quentes gregos e já comuns na Itália, a primeira terma italiana foi criada pelo imperador Agrippa, 25 a.C. O imperador decidiu superar seus antecessores criando termas grandiosas, privadas ou públicas. Algumas chegavam a comportar até seis mil pessoas.

Desde o século passado, hotéis de elevada categoria vêm sendo construídos nas proximidades das estâncias termais que, no decorrer do tempo, alcançaram fama internacional. Abano, Salsomaggiore, Chianciano, Montecatini, Fiuggi e Ísquia são algumas das localidades termais conhecidas em todo o mundo, e que atraem milhões de visitantes todos os anos.

Fonte: ABAV Nacional

  
  

Publicado por em