Empresas recebem Selo de Qualidade no Ceará

A solenidade de entrega do certificado foi realizada nesta terça-feira (17), em Fortaleza, no Marina Park Hotel, e contou com a presença do trade turístico local

  
  

Num mercado cada vez mais concorrido, as empresas do segmento turístico têm se preocupado em buscar diferenciais de qualidade para conquistar e fidelizar os clientes. No Ceará, a experiência do Selo de Qualidade em Serviços do Sebrae/CE se firmou como uma vantagem competitiva e, em sua 18ª edição, foi concedido a 55 empresas de todo o Estado, sendo 26 delas do interior.

Espresas passaram por maratona de testes e avaliações

A cerimônia de entrega do Selo foi realizada na manhã desta terça-feira (17), em Fortaleza, no Marina Park Hotel. Participaram da solenidade várias entidades dos diversos segmentos turísticos, além do superintendente do Sebrae/CE, Carlos Cruz, do diretor técnico Alci Porto, do vice-presidente do Conselho Deliberativo do Sebrae/CE, João Guimarães Porto, e outros conselheiros.

Além de ser um diferencial para as empresas, o Selo de Qualidade tem um caráter educativo de grande importância, que qualifica o destino Ceará e impulsiona o turismo. Isso porque as empresas que se candidatam ao Selo passam por uma bateria de análises em que os consultores do Sebrae/CE avaliam uma série de itens e caso a empresa não esteja de acordo com os critérios de qualidade estabelecidos no programa ela recebe orientações sobre o que deve fazer e, principalmente, como fazer para chegar a um patamar mínimo de qualidade.

Foi o que aconteceu com a barraca Antônio do Coco, localizada em Canoa Quebrada, que se candidatou ao Selo por quatro anos consecutivos e só agora obteve o certificado. O empreendedor Francisco Antônio da Silva, mais conhecido como Antônio do Coco, proprietário da barraca, conta que desde que o Selo foi criado, em 1996, ele teve vontade de participar do programa. No entanto, a barraca ainda não estava pronta para ser agraciada com o Selo. Após três anos de persistência e de adaptação aos padrões de qualidade exigidos, a barraca finalmente foi certificada.

“Sabia que tinha muita coisa a melhorar, mas não sabia como fazer. Mas eu nunca desisti porque eu sempre achei que os clientes ficam mais satisfeitos quando oferecemos um serviço de qualidade. A ajuda dos consultores foi fundamental. Eles me orientaram e eu fiz tudo o que eles pediram. Neste ano, finalmente consegui”, afirma Antônio.

As principais melhorias realizadas pela barraca estão no setor da cozinha. A água utilizada para o consumo humano e preparo dos alimentos é periodicamente testada quanto à sua potabilidade; o gelo é produzido com água potável, manuseado e estocado em condições higiênicas apropriadas; a saturação do óleo usado para frituras é controlada; a barraca providenciou o Manual de Boas Práticas, bem como a descrição e implantação dos Procedimentos Operacionais Padronizados (POP), atendendo à legislação vigente e conferindo qualidade aos produtos e serviços oferecidos aos clientes; os alimentos e ingredientes utilizados no preparo dos pratos estão sempre no prazo de validade; os manipuladores dos alimentos cumprem as normas higiênicas pessoais e também usam batas e toucas, conforme a legislação vigente; entre outras medidas simples, mas que fazem uma grande diferença.

Antônio do Coco também prioriza a qualidade no atendimento ao cliente e, por isso, participa do projeto Caminhos do Sabor, parceria entre o Sebrae, a Abrasel e o Ministério do Turismo, que tem como objetivo melhorar a qualificação profissional e a gestão empresarial no setor gastronômico, fortalecendo, assim, o turismo local.

Antonio do Coco, que tem 18 funcionários. Ele não só participou da capacitação em gestão como também inscreveu os funcionários em cursos sobre atendimento, segurança dos alimentos, entre outros. Um dos benefícios do projeto é o cardápio traduzido para inglês que Antônio do Coco mostra com orgulho. “Agora não importa a nacionalidade, todo cliente é bem atendido”, declara.

Recorde de inscritos

Em 2008, após 12 anos de criação do selo, o Sebrae/CE recebeu uma quantidade recorde de inscritos no programa. Em todo o Estado, candidataram-se 81 empresas que prestam serviços turísticos nos setores de hospedagem, restaurantes, barracas de praia, bares e similares.

Dessas candidatas, apenas as que atenderam a 80% dos itens avaliados, com base no roteiro de análise, bem como entregaram todos os documentos considerados como pré-requisitos de qualidade com validadde até dezembro de 2008, são avaliadas pelo comitê gestor do programa. Os documentos são: laudo de potabilidade da água, certificado de extermínio de pragas, comprovante de bomba dosadora de cloro, extintores com recarga atualizada e em localização adequada, como também certificado de treinamento para os funcionários de prevenção de incêndio.

Na última edição do Selo, em 2007, 38 empresas foram agraciadas com o selo. Na 13ª edição foram 55, um aumento de quase 45%.

O programa Selo de Qualidade em Serviços do Sebrae/CE abrange todo o território cearense com ações que buscam valorizar e reconhecer as empresas do segmento turístico que possuem produtos e/ou serviços de qualidade.

O selo tem validade de um ano, podendo ser renovado quantas vezes for solicitado e a empresa atender aos padrões estabelecidos. O mais importante é que não se trata de uma classificação, mas de um estímulo aos estabelecimentos que zelam pela qualidade de seus serviços.

Serviço
Coordenação do Selo de Qualidade em Serviços do Sebrae/CE - (85) 3255-6704
Assessoria de Comunicação Sebrae/CE - (85) 3255-6809

Fonte: Agência Sebrae de Notícias

  
  

Publicado por em

Soraia

Soraia

28/04/2009 11:26:57
Muito boa a iniciativa, o Ceará se preocupa em manter e obter qualidade no que faz. Parabens