Jovens pernambucanos são qualificados para o Turismo

Turismo Sustentável ajuda a transformar o sonho de jovens carentes em realidade

  
  
Turismo Sustentável promove capacitação profissional e ajuda a transformar o sonho de jovens carentes em realidade

A arte de aprender uma profissão, primeiro passo para uma vida profissional bem sucedida. Este é um sonho compartilhado por 239 jovens pernambucanos e que se transformou em realidade. Por meio do Projeto Inclusão Social com Capacitação Profissional, uma ação do programa Turismo Sustentável e Infância (TSI) do Ministério do Turismo (MTur), desenvolvida no estado pela Childhood Brasil, os jovens foram qualificados em cursos nas áreas de gastronomia, hotelaria e turismo.

“Agora nós já podemos dizer que temos uma profissão”, afirma Ricardo Estevão, aluno do curso de bartender, no Recife (PE), que junto aos outros jovens receberá, nesta terça-feira (15), o certificado de conclusão do curso durante cerimônia de formatura no Centro de Convenções de Olinda (PE).

Segundo a coordenadora geral do TSI, Elisabeth Bahia, o projeto, já implementado nos estados do Ceará, de São Paulo e da Paraíba, visa oferecer oportunidades a jovens de 16 a 26 anos que estão em situação de vulnerabilidade social. “Ao capacitar jovens, temos como objetivo promover o seu desenvolvimento pessoal e profissional, contribuindo para sua inserção no mercado de trabalho”, explica Bahia. Em Pernambuco, o projeto foi implementado nos municípios do Recife, de Olinda, Cabo de Santo Agostinho e Ipojuca.

Edson Souza, aluno do curso de bartender de Olinda (PE), está entre os 48 participantes dos cursos, hoje já empregados. “Antes de fazer o curso, minha vida estava parada, não conseguia emprego. Hoje, tudo mudou. Meu conhecimento mudou e o curso me surpreendeu abrindo caminhos para mim”, declara Souza, que aos fins de semana trabalha em um restaurante da cidade.

Os jovens também puderam optar entre os cursos de auxiliar de cozinha e garçom, camareira, atendente de lanchonete e gestor de pequenos hotéis e pousadas. As aulas práticas e teóricas foram realizadas pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac). Os alunos participaram, ainda, de formação em cidadania e direitos humanos e contaram com apoio de psicólogos.

Durante as aulas práticas, foram realizadas visitas a hotéis, pousadas, pontos turísticos e, por meio de aulas-vitrine, o alunos demonstraram aos empresários locais na prática o que aprenderam em sala de aula.

O projeto contou com o apoio do Conselho Estadual de Defesa dos Direitos da Criança e do Adolescente (CEDCA), da Secretaria Estadual de Turismo, da Petrobras, além dos Conselhos de Direito, prefeituras municipais e empresários locais.

Projeto Inclusão Social com Capacitação Profissional

A iniciativa está entre as ações do programa Turismo Sustentável e Infância (TSI), criado e gerido pelo MTur, para trabalhar a prevenção e o enfrentamento da exploração sexual de crianças e adolescentes nos segmentos do turismo.

O projeto-piloto foi lançado, em 2007, em Fortaleza (CE). Na ocasião, 340 jovens entre 16 a 26 anos concluíram a capacitação profissional.

Neste ano, além de Pernambuco, o projeto capacitou 120 jovens das cidades paulistas de Santos, do Guarujá e de São Vicente. Destes, 31 já estavam atuando no mercado de trabalho do turismo quando o projeto foi concluído em maio. Na Paraíba, 142 jovens de João Pessoa, Conde, Santa Rita, Bayeux e Cabedelo foram capacitados. Ao final do curso, em novembro deste ano, 45 já estavam empregados.

Fonte: MTur

  
  

Publicado por em

Lucineide Soares Alcantara

Lucineide Soares Alcantara

15/12/2009 13:15:38
Sou aluna do curso tecnico de hospedagem na Etepa/Salvaterra-Marajo, enfim procuro me informar de tudo relacionado a este setor com objetivo de me aprimorar profissionalmente e principalmente levar adiante vitorias como estas que favorece o turismo, nós profissionais e os nossos exigentes e fieis clientes se completam de entusiasmo.