PCTS aprimora a qualidade e competitividade de empreendimentos turísticos em MG

Há um ano, o Programa de Certificação em Turismo Sustentável (PCTS) vem estimulando proprietários de pequenos hotéis e pousadas do Circuito Villas e Fazendas, região Central de Minas Gerais, a desenvolv

  
  

Há um ano, o Programa de Certificação em Turismo Sustentável (PCTS) vem estimulando proprietários de pequenos hotéis e pousadas do Circuito Villas e Fazendas, região Central de Minas Gerais, a desenvolver ações baseadas em alternativas de sustentabilidade, buscando viabilizar o uso de recursos naturais de maneira ambientalmente responsável, economicamente viável e socialmente justa. “É um tripé que visa regulamentar o turismo local”, explica o consultor do Sebrae Minas, Geraldo Pontes Ferreira Júnior.

Desenvolvida em três destinos da rota da Estrada Real, entre eles os Circuitos da Serra do Cipó, Trilha dos Inconfidentes e do Ouro, a iniciativa é uma parceria entre o Instituto de Hospitalidade (IH) e o Conselho Brasileiro de Turismo Sustentável (CBTS), com o apoio do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), da Agência de Promoção de Exportações e Investimentos (APEX-Brasil), do Ministério do Turismo e do Sebrae.

Com a concorrência acirrada entre os destinos nacionais e internacionais, o investimento em ações ligadas à preservação do meio ambiente e à qualidade do atendimento pode se tornar decisivo para conquistar novos clientes. “É uma tendência mundial. Há turistas que procuram lugares que possuam uma gestão que favoreça a sustentabilidade. O programa conscientiza os empreendedores do setor para que se preparem para essas novas demandas, principalmente do mercado internacional”, explica a analista de Turismo do Sebrae Minas, Nayara Morais Bernardes.

Entre os objetivos do programa está a conservação do patrimônio natural e a geração de trabalho e renda para a comunidade. “Foi necessário criar um sistema de gestão de meios de hospedagem que possibilitasse redução dos custos operacionais, melhoria da qualidade do atendimento, conscientização ambiental, qualificação da mão-de-obra e inserção da população local”, conta Geraldo Pontes. Segundo o consultor, oito estabelecimentos registrados com até 50 unidades habitacionais (acomodações) participaram do programa no Circuito Villas e Fazendas. Dentre as medidas implementadas, destacam-se o sistema de redução de água e energia, o uso de produtos biodegradáveis, a parceria com as escolas da região para a divulgação da educação ambiental, a contribuição financeira para instituições filantrópicas e a capacitação da mão-de-obra. “O projeto engloba várias ações que envolvem empresários, funcionários, hóspedes e a comunidade local”, complementa.

No município de Carandaí, a Estalagem Fazenda Lazer adotou algumas ações do Programa de Certificação em Turismo Sustentável, como a criação de um sistema de coleta seletiva. Em toda a área externa do hotel foram fixadas lixeiras para o recolhimento de papéis, plásticos, vidros e alumínio. Um galpão foi construído para a separação dos materiais. Em média, 250 quilos de lixo são coletados mensalmente. A iniciativa preserva a natureza e ajuda a população carente da região. “Todo mês este material é doado para a Associação dos Catadores de Materiais Recicláveis de Conselheiro Lafaiete (Asmarcol). Cerca de quinze famílias que antes sobreviviam do lixão da cidade estão se beneficiando com esta medida”, conta o administrador do hotel, Gustavo Pena Catão. No estabelecimento, também são desenvolvidas atividades de conscientização ecológica: ao chegar ao hotel, o visitante recebe uma cartilha com orientações ecológicas, e as crianças são convidadas a participar do “Clube do Meio Ambiente”, que oferece atividades ligadas às questões ambientais. Já no Hotel Rhuds, em Conselheiro Lafaiete, válvulas redutoras de consumo de água foram instaladas em todas as torneiras. “Em poucos meses economizei entre 35% e 40% nas contas”, diz o empresário Humberto Nepomuceno. Economia para a natureza e para o bolso do dono do estabelecimento.

Fonte: IH - Instituto de Hospitalidade

  
  

Publicado por em