Pesquisa dimensiona empregos gerados no turismo

Representantes de 18 mil estabelecimentos que atuam em atividades relacionadas ao setor serão entrevistados

  
  
Pesquisa do MTur e Ipea mapeará os empregos gerados pelo setor turístico

O Ministério do Turismo (MTur) dará mais um passo no sentido de aprimorar as informações sobre os empregos gerados pelo turismo. O Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA), por meio da empresa Apoio 3, inicia no próximo dia 30 uma pesquisa que vai atualizar e refinar os dados sobre a mão-de-obra ocupada na atividade turística.

Representantes de 18 mil estabelecimentos de todo o país serão entrevistados por telefone. A pesquisa contempla as Atividades Características do Turismo (ACTs) como alojamento, agências de viagem, transportes (aéreo, terrestre e outras modalidades), alimentação, auxiliar de transportes, aluguel de transportes, cultura e lazer.

Hoje, o MTur trabalha com base nas informações da Relação Anual de Informações Sociais (RAIS), do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE), e da Pesquisa Nacional por Amostragem Domiciliar (PNAD), do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Esses dados fornecem a dimensão da ocupação formal e informal para as ACTs, mas não distinguem quanto dessa ocupação é gerada por turistas e quanto é gerada por residentes.

O que se pretende agora é refinar e aprofundar o conhecimento sobre o setor para se obter um real dimensionamento da extensão e das características da mão-de-obra empregada pelo turismo. Ao receber a ligação, o representante do estabelecimento deverá informar ao pesquisador, por exemplo, a proporção de atendimentos a turistas e a moradores da cidade.

“Ao diferenciar os clientes do estabelecimento em turistas, a pesquisa fornecerá um diagnóstico dos empregos gerados pelo setor em cada estado. Assim, auxiliará na formulação de políticas que contribuirão para o desenvolvimento do setor, o que é interesse de todos os envolvidos”, afirma o ministro do Turismo, Luiz Barretto.

Segundo o presidente do IPEA, Marcio Pochmann, por meio dessas estatísticas será possível avaliar com mais precisão os impactos socioeconômicos do turismo no país.

Para o sucesso da pesquisa, é essencial a colaboração das entidades representativas do setor na divulgação da pesquisa aos afiliados e o fornecimento de informações completas e corretas sobre o estabelecimento e sua clientela. A privacidade do estabelecimento e o sigilo das informações fornecidas estão garantidos.

Entre dezembro de 2004 e junho de 2005, foi realizada uma pesquisa semelhante. Devido à mudança dos hábitos de consumo da população, uma nova pesquisa é necessária como forma de atualizar as informações. Os resultados da pesquisa, junto com dados do MTE e IBGE permitirão conhecer melhor a dimensão dos empregos gerados pelo turismo e o perfil dos empregados.

Qualquer esclarecimento adicional poderá ser feito direto com a coordenação da pesquisa, em Brasília, pelo e-mail ipea.turismo@ipea.gov.br ou por meio do telefone (61) 3315- 5555. A ligação pode ser feita a cobrar, de segunda a sexta, entre 9h e 16h.

Fonte: MTur

  
  

Publicado por em