População recifense elege projetos prioritários para o Turismo

A ação visa estimular e facilitar a população a conhecer mais e melhor a sua cidade através da criação dos roteiros turísticos

  
  
Recife tem a melhor ocupação das capitais brasileiras com média acima dos 80% / Rachel Motta

Pelo segundo ano, o Trade Turístico e a população recifense marcaram presença na plenária exclusiva de Turismo no Orçamento Participativo (OP), realizada no Terminal Marítimo, na terça-feira (27/7).

Aproximadamente 1,5 mil pessoas circularam pelo local e decidiram as três prioridades para a gestão municipal do turismo. São elas: “Programa de Desenvolvimento do Turismo Sustentável das Comunidades do Recife

”, “Qualificação e Capacitação” e “Educação para o Turismo”. Foram eleitos 56 delegados do turismo no Orçamento Participativo.

O primeiro eixo considerado prioritário pela população foi o Desenvolvimento do turismo sustentável das comunidades do Recife, que teve escolhido o projeto Recifense Praticante.

A ação visa estimular e facilitar a população a conhecer mais e melhor a sua cidade através da criação dos roteiros turísticos das comunidades, da mídia, de material promocional e visitas a equipamentos turísticos, em parceria com outras Secretarias da Prefeitura do Recife.

O segundo pilar foi para Qualificação e capacitação. Dentro do programa, a ação escolhida foi o projeto Recife 2014. A ideia é criar ciclos de palestras sobre a importância do turismo e a qualidade no atendimento ao turista, objetivando sensibilizar a população da cidade, as comunidades de potencial turístico/cultural e a cadeia produtiva com vistas à Copa de 2014.

Por fim, a população elegeu Educação para o turismo. Nesse sentido, o foco vai para a Roda de conhecimento turístico e cultural do Recife em que serão realizadas oficinas e passeios para a troca de conhecimentos das riquezas entre as comunidades de potencial turístico/cultural da cidade.

“O Recife vive um grande momento no turismo. A cidade tem a melhor ocupação das capitais brasileiras com média acima dos 80%, gasto médio individual diário de aproximadamente R$ 300. O Orçamento Participativo tem sido uma experiência única, pois temos envolvido toda a população, que tem participado ativamente e de forma crescente do projeto turístico do Recife”, analisa o secretário de Turismo do Recife, Samuel Oliveira.

O representante dos delegados de Turismo no Orçamento Participativo, Gilberto Freyre Neto, também se mostrou bastante satisfeito com a participação da comunidade na segunda plenária.

“É um espaço de aprendizado mútuo em que trabalhamos pelas políticas públicas no turismo. Temos um desafio a médio prazo com a Copa do Mundo 2014”, afirma.

O coordenador geral do Orçamento Participativo, Augusto Miranda, elogiou a participação da população. “Estamos muito satisfeitos com a integração do Trade Turístico e da população, que participam efetivamente pela construção de um caminho de melhorias no setor”, reflete.

Entre os que participaram da plenária, o assessor executivo da Secretaria de Turismo do Recife, Carlos Braga, o presidente da Associação Brasileira das Agências de Viagem (ABAV), Jorge Sales, o representante dos delegados de Turismo no OP, Gilberto Freyre Neto, o presidente da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes, Núncio Natrielli, o presidente do Sindicato dos Guias de Turismo, José Aquino, o presidente da Associação Brasileira dos Jornalistas de Turismo, Luiz Felipe Moura, o responsável pelo Festival Comida de Santo, Léo Barbosa, entre outros.

Programas votados:

· Desenvolvimento do turismo sustentável das comunidades do Recife

- Recifense Praticante:

Estimular e facilitar a população a conhecer mais e melhor a sua cidade através da criação dos roteiros turísticos das comunidades, da mídia, de material promocional e visitas a equipamentos turísticos, em parceria com outras secretarias da Prefeitura do Recife;

· Qualificação e capacitação

- Recife 2014:

Criar ciclos de palestras sobre a importância do turismo e a qualidade no atendimento ao turista, objetivando sensibilizar a população da cidade, as comunidades de potencial turístico/cultural e a cadeia produtiva com vistas à Copa de 2014;

· Educação para o turismo

- Roda de conhecimento turístico e cultural do Recife:

Realizar oficinas e passeios para a troca de conhecimentos das riquezas entre as comunidades de potencial turístico/cultural da cidade.

Fonte: Rachel Motta

Visite: www.revistacotour.com.br

  
  

Publicado por em