Programa Próximo Passo forma 280 profissionais para a área de turismo no Pará

São 235 mulheres e 45 homens capacitados para as funções de cozinheiro, garçom, recepcionista, mensageiro e agente de viagem, que agora podem ocupar vagas no mercado de trabalho.

  
  

O Programa de Qualificação Profissional Próximo Passo (Planseq Turismo) formou a primeira turma de 280 trabalhadores em Belém, na quinta-feira (22). São 235 mulheres e 45 homens capacitados para as funções de cozinheiro, garçom, recepcionista, mensageiro e agente de viagem, que agora podem ocupar vagas no mercado de trabalho.

Moradora da Ilha de Mosqueiro, Cleociane Costa, 30 anos, casada e mãe de uma menina de 4 anos, representou a turma na solenidade de colação. Ela falou sobre as mudanças que ocorreram em sua vida há dois anos, quando passou a receber o Bolsa Família. "Fazer parte do Programa Bolsa Família mudou a minha vida. Foi quando consegui ter uma renda melhor para manter a minha casa, e agora estou recebendo um diploma do curso de camareira, onde aprendi lições sobre ética, responsabilidade, pontualidade e higiene pessoal. Agora vou conseguir um emprego e ajudar também o meu marido a fazer um curso de vigilante", informou.

O secretário executivo do Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS), Rômulo Paes Sousa, disse que tinha duas mensagens aos formandos, uma institucional e outra pessoal. "Trazemos a vocês o compromisso do governo Lula e dos governos estadual e municipal nessa ação conjunta. O nosso objetivo é qualificar 132 mil famílias, e já alcançamos 50 mil. O mais importante do programa é que ele marca uma etapa de aprofundamento do Bolsa Família, que é de geração de oportunidades com base na educação e saúde", ressaltou o secretário.

Evolução

"Eu lembro que em tempos passados não podíamos nem mesmo sonhar, e hoje o Brasil está permitindo que as pessoas evoluam. Estamos num encontro com as vocações. Desejo que vocês aproveitem a oportunidade de um país que cresce continuamente no setor econômico e social", disse Rômulo.

Leny Campelo, diretora da Região Norte da Confederação das Mulheres do Brasil, destacou a importância de as pessoas conseguirem um emprego em seu lugar de origem. "Estamos bastante otimistas com a mudança na vida destas pessoas. O setor do turismo no Pará cresceu, há vários empreendimentos em andamento e precisamos de mão de obra qualificada", enfatizou.

A secretária de Estado de Assistência e Desenvolvimento Social, Eutália Barbosa Rodrigues, disse aos formandos que lotaram o Teatro Estação Gasômetro, no Parque da Residência, que todos devem aproveitar essa conquista, e que as políticas de assistência social e do trabalho devem andar sempre juntas nas ações de qualificação.

Política pública

Criado em 2008, o "Próximo Passo" é um programa de qualificação profissional em escala nacional, voltado aos beneficiários do Programa Bolsa Família (PBF), do Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS). É uma política pública concretizada por meio dos Ministérios do Desenvolvimento Social e Combate à Fome, do Trabalho e Emprego e do Turismo, em conjunto com os governos estaduais e municipais, empresários e trabalhadores.

Podem participar dos cursos nas áreas da construção civil e do turismo pessoas a partir de 18 anos, que tenham concluído pelo menos até a 4ª série do ensino fundamental, vinculadas ao Bolsa Família.

Os cursos na área de turismo, como os realizados em Belém, têm duração de 200 horas esão constituídos de aulas práticas e teóricas. Há formação para garçom, cozinheiro, padeiro, barman, mensageiro, camareiro, atendente de agência de viagens e auxiliar de eventos.

No Pará foram ofertadas 1.393 vagas, com 891 preenchidas nos municípios de Belém, Ananindeua, Marituba, Santa Bárbara e Benevides. As inscrições são realizadas nos Centros de Referência de Assistência Social (Cras).

Fonte: Agência Pará

  
  

Publicado por em