Projeto de qualificação de profissionais do turismo terá 15 mil vagas no Amazonas

Manaus, Parintins e Barcelos serão os primeiros municípios amazonenses a fazer parte projeto Olá, Turista!, do Ministério do Turismo.

  
  

Manaus, Parintins e Barcelos serão os primeiros municípios amazonenses a fazer parte projeto Olá, Turista!, do Ministério do Turismo. Ontem (5), no lançamento do projeto no estado, o ministro Luiz Barretto, disse que serão investidos em todo o país R$ 14 milhões e que, no Amazonas, os recursos incluem a qualificação de 15 mil profissionais.

O projeto tem como objetivo a qualificação de trabalhadores de hotéis, bares, restaurantes e motoristas de táxi em conhecimentos básicos de inglês e espanhol. Em todo o país, as aulas serão oferecidas gratuitamente a cerca de 80 mil pessoas de associações, organizações e sindicatos ligados ao setor de turismo.

Barretto destacou que, com a preparação do Brasil para a Copa do Mundo de 2014, o governo federal está ampliando as ações de capacitação desses profissionais e que, até o início do evento, a expectativa é que 300 mil profissionais das 12 cidades-sede da Copa do Mundo e de mais 65 destinos turísticos sejam beneficiados com as ações.

“O governo também vai viabilizar a capacitação de profissionais na área de manipulação de alimentos e segurança alimentar. Queremos preparar o país para receber os turistas da melhor maneira possível e para se credenciar como uma grande nação no turismo internacional”, acrescentou.

Para participar do Olá, Turista!, as entidades interessadas precisam preencher um cadastro disponível no site www.olaturista.org.br. O projeto terá início em 2010 com 13 cidades brasileiras, sendo cinco no Rio de Janeiro, cinco na Bahia e três no Amazonas. As aulas serão ministradas a distância, pela internet, num curso que é composto pelos módulos básico, profissional e regional.

Os alunos que cumprirem os módulos obrigatórios - que poderão ser concluídos no período de um ano - receberão um certificado. O projeto Olá, Turista! prevê também a parceria com telecentros locais para facilitar aos participantes o acesso à rede mundial de computadores.

A Empresa Estadual de Turismo do Amazonas (Amazonastur) informou que, visando à qualificação do mercado de trabalho ligado ao setor e também a dos servidores públicos, para atuarem na recepção de turistas que virão ao Brasil por causa da Copa de 2014, também está realizando outros cursos de idiomas, como francês, chinês e japonês.

O governador do Amazonas, Eduardo Braga, fez um apelo para que o governo federal ajude o estado na desburocratização de mecanismos que fazem com que os turistas estrangeiros fiquem mais tempo nos aeroportos. Segundo Braga, no aeroporto de Manaus, existe apenas uma máquina de raio X reservada para atender à bagagem dos turistas estrangeiros que passam pela cidade.

“A Alfândega tem que fiscalizar, mas temos que ter mais equipamentos para que isso seja feito com agilidade. Ficar mais tempo no aeroporto por causa de falta de infraestrutura cansa o turista e desfavorece o seu retorno”, alertou Braga.

Fonte: Agência Brasil
Esta notícia está licenciada sob Licença Creative Commons de Atribuição 2.5

  
  

Publicado por em