Taxista Amigo do Turista forma quase 500 motoristas em Pernambuco

Participaram do Taxista Amigo do Turista motoristas que atendem ao público no Aeroporto Internacional dos Guararapes/Gilberto Freyre, Porto do Recife, TIP, Shopping Tacaruna e 16 hotéis da RMR.

  
  

Quase 500 motoristas de táxi da Região Metropolitana recebem nesta segunda-feira (01/02) o certificado de conclusão do Programa Taxista Amigo do Turista. O evento será realizado no Clube Internacional, a partir das 19h30.

Os profissionais do volante assistiram a 10 horas/aula, distribuídas em cinco dias. Eles foram beneficiados com palestras de inglês instrumental, atendimento ao turista e marketing pessoal.

Participaram do Taxista Amigo do Turista motoristas que atendem ao público no Aeroporto Internacional dos Guararapes/Gilberto Freyre, Porto do Recife, TIP, Shopping Tacaruna e 16 hotéis da RMR.

Em 2009 o programa ampliou sua margem de atendimento, passando de 300 taxistas para 450 profissionais. A Setur investiu R$ 700 mil no Taxista Amigo do Turista.

Programa - Lançado pela secretaria de Turismo de Pernambuco em 2008, em parceria com o Recife Convention & Visitors Bureau, o programa teve como objetivo transformar os profissionais do volante em agentes promocionais do Turismo pernambucano.

Também fez parte da ação, além da veiculação de mensagens institucionais sobre as potencialidades turísticas do Estado, a adesivagem táxis, identificando assim o taxista qualificado. Foram contemplados os profissionais que mantém contato direto com os turistas de eventos no Aeroporto Internacional Guararapes/Gilberto Freyre, Terminal Integrado de Passageiros (TIP) e nos principais hotéis do Recife e de Jaboatão dos Guararapes.

O foco aos turistas de eventos é justificado pela constante ascensão do segmento em Pernambuco (já correspondente por quase metade do fluxo turístico do Estado), sendo o 4º maior mercado de eventos do País. Segundo pesquisa realizada pelo Recife Convention & Visitors Bureau, 55,1% dos turistas de eventos em Recife utilizam os serviços de táxi, durante seis dias. O taxista torna-se dessa forma um dos principais prestadores de serviços da cadeia produtiva do turismo.

Fonte: Secretaria de Turismo de Pernambuco

  
  

Publicado por em