Receptivo do Brasil Central se reúne para criar Federação

O presidente da Associação Brasiliense das Agências de Turismo Receptivo (Abare), Yoshihiro Carashima, será o presidente da Federação de Turismo Receptivo Brasil Central (Febratur). Representantes de associaç

  
  

O presidente da Associação Brasiliense das Agências de Turismo Receptivo (Abare), Yoshihiro Carashima, será o presidente da Federação de Turismo Receptivo Brasil Central (Febratur). Representantes de associações de receptivo do Distrito Federal, do Mato Grosso, do Mato Grosso do Sul e de Goiás, aproveitaram a ABAV 2006 para escolher o líder que conduzirá os trabalhos de criação do estatuto e legalização da nova entidade.

Além de buscar maior representatividade perante órgãos institucionais estaduais e federais, a federação permitirá que o receptivo do Centro Oeste esteja representado no fórum nacional de turismo.

Para Carashima, a criação da Febratur fortalecerá o setor e trará novas oportunidades. “Como federação, teremos melhor acesso ao Ministério do Turismo. Pela experiência que tivemos em Brasília, a partir da criação da Abare, em setembro de 2005, mais oportunidades foram criadas para o segmento. O Sebrae/DF foi um grande parceiro, tanto na constituição da Abare quanto em ações de consultoria e planejamento.”

A coordenadora do programa de turismo do Sebrae/DF, Aparecida Vieira, aposta no potencial da federação. “Estamos trabalhando na proposta de um roteiro integrado Brasil Central. É importante que o grupo de receptivo esteja organizado, principalmente, para ações de mercado.”

“Os receptivos organizados vão poder transformar a potencialidade dos quatro estados em estratégia de mercado. É relevante que essa ação seja impulsionadora para que a Região Brasil Central seja conhecida tal como é a Região Nordeste”, afirma a gestora do projeto turismo Sebrae/GO, Priscilla Vilarinho.

A primeira reunião dos representantes de associações de receptivos do Brasil Central foi em junho, durante o Salão de Turismo, em São Paulo. Em agosto, uma nova reunião foi realizada em Brasília.

“A Capital Federal será a cidade sede desta federação. Os estados devem se unir para captar recursos para promoção, capacitação, integração de roteiros e maior integração entre as operadoras de receptivo do Brasil Central”, afirmou José Lima, presidente da Associação de Agências de Receptivo da Chapada dos Veadeiros.

Fonte : Capta Comunicação & Promoções

Del Valle Editoria

Contato: vininha@vininha.com

  
  

Publicado por em