AL investe em aeroportos para fortalecer o turismo

Três obras estão previstas no setor aeroportuário para aumentar o fluxo de turistas no Estado

  
  

O setor turístico é um dos grandes beneficiados pelas obras em andamento no Estado. A duplicação da AL-101 Sul vai facilitar o acesso às praias do Litoral Sul e o esgotamento sanitário na capital vai reduzir a poluição na orla marítima e na lagoa Mundaú. Mas os investimentos não param: três obras estão previstas no setor aeroportuário para aumentar o fluxo de turistas no Estado.

Ao todo serão investidos R$ 45,7 milhões para a construção da alça viária do Aeroporto Zumbi dos Palmares, construção do aeródromo de Maragogi e reforma no aeroporto de Penedo. Orçada em R$ 17 milhões, a alça viária do Aeroporto Zumbi dos Palmares contempla a construção de passagem elevada e rotatória.

Segundo a diretora de Obras e Fiscalização da Secretaria de Estado da Infraestrutura, Sílvia Valéria Lima, estas duas ações já estavam previstas no projeto original da construção do aeroporto, mas, na ocasião, não foi possível executá-las. Do convênio original, assinado com o Ministério do Turismo, sobraram R$ 10 milhões.

O ministério assegurou mais R$ 7 milhões em janeiro, quando governo e Caixa Econômica assinaram contratos para 20 projetos estruturantes. A obra vai trazer mais segurança na saída do aeroporto, pois evita o cruzamento da BR-104, onde são frequentes acidentes.

Litoral Norte

Principal destino turístico do litoral norte alagoano, a cidade de Maragogi também será contemplada com um aeroporto. Orçada em R$ 25 milhões, a obra do Aeroporto Costa Dourada será financiada pelo Ministério do Turismo e promete fortalecer ainda mais o desenvolvimento da Costa dos Corais, na divisa entre Alagoas e Pernambuco. Outro ponto positivo é a localização estratégica do aeroporto, distante 120 km de Maceió e 125 km do Recife.

A obra prevê a construção de terminal de passageiros com capacidade para 132 mil pessoas por ano até 2010 e a construção de pista de pista de pouso e decolagem medindo 45x1600 metros.

No momento, o projeto se encontra em fase de licenciamento ambiental e processo licitatório está sendo elaborado pela Seinfra. A obra deve começar ainda na metade deste ano e concluída até o final de 2010.

Fonte: Gazeta de Alagoas

  
  

Publicado por em