Desembarques internacionais crescem e entrada de divisas bate recorde

Nos cinco primeiros meses os gastos de turistas estrangeiros no Brasil chegaram ao mesmo patamar de todo o ano de 2003.

  
  

Em maio de 2008, ingressaram US$ 426 milhões na economia do País por meio do gasto de turistas estrangeiros. Os números divulgados pelo Banco Central no dia 23 de junho se somam a evolução positiva dos desembarques internacionais, anunciada ontem (24/6) pela Infraero: a entrada de 469.674 passageiros, 2,17% a mais do que o mesmo mês de 2007. Nos cinco primeiros meses do ano chega a 2.739.767 o número de pessoas que desembarcaram no País em vôos vindos do exterior.

A presidente da Embratur (Instituto Brasileiro de Turismo), Jeanine Pires, comemora os números que reforçam positivamente as políticas de promoção do Brasil no exterior.

“A receita acumulada este ano é de US$ 2,473 bilhões, o que representa um desempenho 18,07% maior que o mesmo período de 2007 e praticamente igual a de todo o ano de 2003, quando os gastos de turistas estrangeiros no Brasil chegaram a US$ 2,479 bilhões”, comenta.

Em relação aos desembarques internacionais, o crescimento acumulado nos cinco primeiros meses deste ano é de 3,40% em relação ao ano passado. Se forem levados em consideração apenas os desembarques em vôos regulares, o crescimento chega a 6,58%.

Esse crescente aumento no número de vôos regulares também merece destaque, segundo o diretor de Estudos e Pesquisas de Embratur, José Francisco de Salles Lopes: “Estamos crescendo o dobro da média do crescimento global que é de 3,40%”.

Os vôos não-regulares, ou charters, foram responsáveis por 11.367 chegadas em maio deste ano. O cálculo da Infraero leva em conta estrangeiros e brasileiros em retorno ao País.

Fonte:EMBRATUR

  
  

Publicado por em