Voos diários ligarão a Terra das Cataratas ao Pantanal Norte, à Chapada dos Guimarães e à Amazônia brasileira

Além de ser a rota da colonização do Oeste brasileiro, é também um rumo importante para os turistas estrangeiros, que apreciam o ecoturismo

  
  

A Trip Linhas Aéreas deu início à operação de novos voos entre Foz do Iguaçu (PR),Cuiabá (MT), Porto Velho (RO) e Manaus (AM). Os voos diários são operados com os modernos jatos Embraer 175, com capacidade para 86 passageiros.

O voo 5471 sai de Manaus às 6h e chega a Porto Velho às 7h15, onde faz escala, e segue às 7h45 para Cuiabá, onde pousa às 9h25. Em Cuiabá, às 10h, os passageiros fazem conexão e pegam o voo 5429 direto a Foz do Iguaçu, também com jato Embraer, onde chegam às 12h53 (Foz do Iguaçu está uma hora adiantada em relação a Cuiabá, Porto Velho e Manaus). De Foz do Iguaçu, o voo 5429 segue, no mesmo jato, às 13h28, para Porto Alegre (RS).

No sentido contrário, o retorno de Foz do Iguaçu para Cuiabá parte no voo 5428, às 19 horas. É uma sequência do voo 5428, que sai da capital gaúcha às 17h20, passa por Foz e sobe toda a Costa Oeste brasileira.

Às 19h51, os passageiros fazem conexão em Cuiabá com o voo 5470, que segue para Porto Velho, com chegada prevista às 22h05. A partida para Manaus se dá às 22h35, com chegada à capital do Amazonas às 23h50.

Rota do ecoturismo:

“Este voo para Cuiabá e Manaus era um antigo sonho do Destino Iguaçu, pois liga a Terra das Cataratas ao Pantanal Norte, à Chapada dos Guimarães e à Amazônia brasileira”, afirma o superintendente de Comunicação Social da Itaipu Binacional, Gilmar Piolla, presidente do Fundo de Desenvolvimento e Promoção Turística do Iguaçu (Fundo Iguaçu).

“Além de ser a rota da colonização do Oeste brasileiro, é também um rumo importante para os turistas estrangeiros, que apreciam o ecoturismo”, afirma.

Segundo Piolla, cabe à gestão integrada do turismo promover o Destino Iguaçu nessas cidades, para estimular a ocupação do voo, estreitar relacionamentos com os agentes de viagens e divulgar os atrativos da região para o público final.

Para o secretário municipal do Turismo de Foz do Iguaçu, Felipe González, os novos voos da Trip na Terra das Cataratas são uma nova oportunidade para intensificar o ecoturismo e consolidar o Destino Iguaçu como uma porta aberta para os agentes do mercado comercializarem roteiros integrados nesse segmento.

“E o mais importante, sem a dependência de alguns portões de entrada, notadamente os do Nordeste, Rio de Janeiro e Buenos Aires”, ressaltou.

Voos regionais

A Trip Linhas Aéreas estuda a proposta feita pela gestão integrada do turismo de ampliar a oferta de voos para o Destino Iguaçu. A ideia é fortalecer as ligações regionais com interior do Paraná, Santa Catarina, Rio Grande do Sul, São Paulo e Minas Gerais.

Foram solicitados voos ligando Foz do Iguaçu a Chapecó e Navegantes ou Florianópolis; Foz do Iguaçu a Caxias do Sul e outras cidades do interior do Rio Grande do Sul; Foz do Iguaçu a Maringá; Foz do Iguaçu a Ribeirão Preto; e Foz do Iguaçu a Uberlândia e Presidente Prudente, entre outras localidades.

“Fizemos uma reunião produtiva semana passada com a diretoria da Trip. Acredito que teremos novidades em breve”, afirma Piolla.

Fonte: Itaipu

Visite: www.revistaecotour.com.br

  
  

Publicado por em