Estados nordestinos devem se unir para atrair voos regionais, diz Wagner

A união dos estados nordestinos em ações conjuntas para o setor de turismo, principalmente a atração de voos regionais, foi defendida durante o I Fórum Para o Desenvolvimento Imobiliário e Turístico do Nordeste.

  
  

A união dos estados nordestinos em ações conjuntas para o setor de turismo, principalmente a atração de voos regionais, foi defendida, nesta terça-feira (31), em Maceió (AL), pelo governador Jaques Wagner e pelo ministro da Defesa, Nelson Jobim, durante o I Fórum Para o Desenvolvimento Imobiliário e Turístico do Nordeste.

“A rivalidade entre os estados nordestinos não é boa, porque há carências de voos regionais”, afirmou o ministro. “Sempre defendi esse ponto de vista”, reforçou o governador, que participou do fórum, ao lado dos demais governadores do Nordeste, de olho, principalmente, na expansão da malha aeroviária regional, sobre o que conversou com Jobim desde a formação da mesa de abertura.

Os limites ao crescimento do turismo nordestino e o problema das licenças ambientais para instalação de empreendimentos turísticos estão sendo debatidos no fórum, que prossegue até esta quinta-feira (2), no Centro de Convenções do Hotel Ritz, com a Bahia sendo representada pelo secretário de Turismo, Domingos Leonelli.

O ministro da Defesa fez uma exposição sobre a situação da Infraero, empresa ligada à sua pasta, e dos voos operados por companhias regionais e de grande porte. Jobim destacou que o Nordeste é a região com o maior vazio em termos de aviação comercial, com o menor número de voos.

Segundo o ministro, mudar essa situação depende de alterações na regulamentação do setor, a exemplo das chamadas barreiras físicas para as exigências de segurança nas operações. Citando o exemplo do aeroporto Jorge Amado, em Ilhéus, ele falou sobre as medidas adotadas para atender às normas atuais, feitas para aeroportos de alta intensidade e que dificultam a operação daqueles com menor movimento.

Novos vôos – Recentemente, a Bahia foi beneficiada com duas novas linhas para reforçar o turismo interno. Os vôos da Trip Linhas Aéreas para Vitória da Conquista, no Sudoeste do Estado, e para Petrolina, cidade pernambucana que faz fronteira com a baiana Juazeiro, vão beneficiar o agronegócio e o enoturismo.

No próximo dia 25, será a vez de Lençóis, na Chapada Diamantina, ter um voo direto para Salvador. A linha semanal, comemorada pelo trade local, deve impulsionar o turismo na região.

Fonte: Secretaria de Turismo da Bahia

  
  

Publicado por em