Malha aérea internacional brasileira cresceu 4,92 % no acumulado deste ano

A aviação é um elemento essencial para a atração de turistas e o Brasil é um destino de longa distância para a maior parte dos principais emissores de turistas

  
  

A oferta de voos internacionais no Brasil registrou um aumento de 4,92% no acumulado de janeiro a outubro de 2014, comparado ao mesmo período do ano anterior, passando de 51.329 para 53.854.

Todos os continentes apresentarem crescimento, mas Oceania/Ásia e África apontaram maior incremento de suas ofertas durante os dez meses deste ano em relação a 2013, segundo levantamento da Embratur (Instituto Brasileiro de Turismo).

“Os dados mostram oportunidade de crescimento para o turismo internacional brasileiro. A aviação é um elemento essencial para a atração de turistas e o Brasil é um destino de longa distância para a maior parte dos principais emissores de turistas no mundo, por isso a importância de se fazer avaliações, pois nos trazem um norte da situação geral”, explicou o presidente da Embratur, Vicente Neto.

“Oceania/Ásia e África, apesar de não terem ainda muitas ligações aéreas para o nosso País, apresentam este ano um crescimento bem maior que dos outros continentes, o que significa maior interesse desses mercados pelo Brasil”, completou ele.

O número total de voos para a América Latina subiu 4,71% nos últimos dez meses - passando de 27.111, em 2013 para 28.389 em 2014. Os destaques foram para Cuba, com um aumento de 98,69% no número de voos no ano, indo de 22 para 43.

Em seguida com 42,06% a mais, vem a Guiana Francesa que passou de 61 para 87 voos. Com aumento de 19,80%, os voos do Chile para o Brasil subiu de 3.126 para 3.745. O Uruguai obteve 18,38% de alta e até o momento registrou neste ano 2.504 contra 2.115 até outubro do ano passado.

Mas foi o continente asiático que se destacou com o maior incremento na malha aérea com nosso País: aumento de 19,70% nos voos (passando de 1.270 em 2013, para 1.520, em 2014).

Os números são resultado da entrada de novas rotas dos Emirados Árabes e Turquia. 113 novos voos, operados a partir de Marrocos ampliaram em 19,36% as ligações com a África. Também ajudou nesse desempenho novos voos de Togo para o Brasil que passaram de 66 para 130.

América do Norte e Europa obtiveram resultado positivo no acumulado do ano. Países norte-americanos registraram alta de 5,35%. Até agora são 12.299 voos contra 11.674 registrados no ano passado. Neste caso, a maioria sai dos Estados Unidos, que hoje conta com 11.981 frequências.

O conjunto de países da Europa passou a oferecer 10.578 voos com crescimento de 1,91% em relação ao mesmo período do ano passado.

Os destaques são para Espanha, que incrementou sua conectividade com o Brasil em 16,39%, subindo de 1.481 para 1.724, e para Suíça, que foi de 304 para 322 voos, registrando aumento de 5,83%.

Comparando apenas o mês de outubro deste ano com o mesmo período de 2013, a Europa obteve alta de 9,20%, tendo 1.044 voos contra 956 no ano passado.

Visite: www.revistaecotour.com.br

Fonte: Embratur

  
  

Publicado por em