Reino Unido construirá espaçoporto para turismo espacial

Com previsão de entrega da obra em 2018, o local será construído pela Agência Espacial Britânica e servirá para o lançamento de naves destinadas para o turismo no espaço ou uso comercial

  
  
A grande diferença para os tradicionais aeroportos que já existem será uma área própria para o lançamento de foguetes, pois as outras estruturas serão semelhantes

O futuro ao melhor estilo "Família Jetsons" chegou. O Reino Unido anunciou a construção do primeiro espaçoporto do mundo fora dos Estados Unidos. Destinado para o turismo no espaço ou uso comercial, o aeroporto de naves espaciais significará uma revolução para o setor.

O espaçoporto tem previsão de inauguração para 2018, mas ainda não teve o local que será construído anunciado oficialmente por questões de segurança. Projetado pela Agência Espacial Britânica, a base de lançamento deverá ser erguida na Escócia, pois seis das oito aéreas analisadas ficam no país. A grande diferença para os tradicionais aeroportos que já existem será uma área própria para o lançamento de foguetes, pois as outras estruturas serão semelhantes, como por exemplo, as pistas de pouso que terão até três quilômetros de comprimento. Para efeitos comparativos, elas medirão o mesmo tamanho das que existem nos aeroportos de Guarulhos (SP) e Confins (MG).

O investimento bilionário tem como objetivo alavancar o número de trabalhadores empregados na área e a receita obtida com impostos no setor. Atualmente, o Reino Unido gera 35 mil empregos e um incremento na economia de US$ 19 bilhões com a área espacial. Em dez anos, a expectativa é fazer o mercado triplicar o faturamento para US$ 68 bilhões.

A criação de novos espaçoportos pelo mundo terá um reflexo imediato no turismo espacial. Ainda com pouquíssimas empresas dispostas a levar viajantes ao espaço, a construção de novas bases de lançamento fará o preço de uma viagem turística deste tipo cair em até 80% nos próximos 4 anos, segundo a Agência Espacial Britânica.

Turismo espacial
No final deste ano decolará a primeira nave para uma viagem turística ao espaço. Por 'apenas' R$ 460 mil por pessoa será possível flutuar na ausência de gravidade por alguns minutos e retornar a Terra. O primeiro voo será operado pela empresa norte-americana Virgin Galactic. A nave partirá de uma base aérea que está localizada no estado do Novo México, ao sudoeste dos Estados Unidos.

Por Dennys Marcel

  
  

Publicado por em