Santa Catarina anuncia modernização do aeroporto de Chapecó

O governo de Santa Catarina quer que o aeroporto de Chapecó, no extremo oeste do Estado, possa receber aeronaves de grande porte, como jatos Boeing

  
  
O investimento está orçado em R$ 13 milhões, com R$ 8 milhões por parte do Estado e o restante do município

O governo de Santa Catarina quer que o aeroporto de Chapecó, no extremo oeste do Estado, possa receber aeronaves de grande porte, como jatos Boeing. O terminal recebe aviões bimotores, com capacidade para cerca de 60 pessoas, assegura o governo.

"Já estamos tomando todas as providências para que o aeroporto de Chapecó volte a operar normalmente e com uma capacidade maior. Nossa grande emergência hoje para o setor aéreo é essa", disse o governador catarinense, Raimundo Colombo, após audiência com o ministro da Aviação Civil, Wagner Bittencourt, em Brasília, na semana passada.

Nesse sentido, o governo estadual, por meio de um comunicado, diz que "iniciará nas próximas semanas uma intervenção para obras estruturais na pista, que vão permitir que opere com aeronaves de maior porte".

O investimento está orçado em R$ 13 milhões, com R$ 8 milhões por parte do Estado e o restante do município. As obras estão previstas para durar entre 60 dias e 75 dias.

Na audiência, foi assinado convênio para a compra de quatro "caminhões anti-incêndio" para os aeroportos de Chapecó, Caçador, Concórdia e Joaçaba. Cada veículo tem o custo aproximado em R$ 1,5 milhão, e o convênio prevê uma contrapartida de 20% do Estado.

Fonte: Instituto Ideias

  
  

Publicado por em