GT de Turismo Ferroviário prepara portaria interministerial

Documento reunirá critérios para a apresentação de projetos de trens turísticos no Brasil

  
  

O Grupo de Trabalho (GT) de Turismo Ferroviário elaborou na última terça-feira (19), em Brasília, o texto da portaria interministerial que cria e define as suas atribuições. O documento também reunirá critérios para a apresentação de projetos de trens turísticos no Brasil. Um dos principais objetivos do grupo é agilizar o andamento dos projetos em trâmite nos órgãos envolvidos.

A portaria deverá dar início ao desenvolvimento de uma política de fomento ao Turismo Ferroviário no Brasil. Ela é voltada especificamente para trens turísticos e culturais, e tem a finalidade de recuperar e preservar aqueles que estão em circulação ou desativados.

O documento foi encaminhado para a Consultoria Jurídica do MTur. Depois de aprovado e analisado pelas entidades participantes do Grupo de Trabalho, deverá ser publicado no Diário Oficial da União (DOU).

Além do Ministério do Turismo (MTur), representantes de seis órgãos integram o GT Ferroviário: Ministério dos Transportes (MT), Instituto do Patrimônio Histórico Nacional (IPHAN), Departamento Nacional de Infraestrutura de Trans portes (DNIT), Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) e Secretaria do Patrimônio da União (SPU).

FORÇA TAREFA

A equipe está fazendo o levantamento de projetos de trens turísticos e culturais em tramitação nos órgãos envolvidos.

O Brasil tem 37 trens turísticos em operação. Atualmente, onze propostas de restauração e recuperação, com contratos assinados, estão sendo analisadas pelo Ministério do Turismo (MTur).

Fonte: MTur

  
  

Publicado por em