Aproveite o feriado de novembro fazendo um cruzeiro pela Patagônia e a Terra do Fogo

Já pensou em aproveitar a semana do feriado de 15 de novembro para se aventurar e curtir as belezas da Patagônia e da Terra do Fogo?

  
  
Patagônia Chilena

Já pensou em aproveitar a semana do feriado de 15 de novembro para se aventurar e curtir as belezas da Patagônia e da Terra do Fogo? Esta é a proposta da companhia de cruzeiros de expedição Cruceros Australis, que oferece roteiros de três ou quatro noites de navegação a bordo dos navios Via Australis e Stella Australis. Além da incrível experiência da viagem, os passageiros acompanham interessantes palestras sobre temas como a fauna, flora, história e geografia da região.

Nos roteiros de quatro noites de duração, com saídas às terças-feiras e aos sábados, a inesquecível experiência começa no porto de Punta Arenas, no Chile, de onde parte a expedição rumo ao chamado "Fim do Mundo", através do mítico Estreito de Magalhães e do Canal de Beagle. Um coquetel de recepção marca o início da aventura. No dia seguinte, o grande atrativo é a Baía Ainsworth, próxima ao conhecido Glacial Marinelli, situado em plena Cordilheira Darwin e no coração do Parque Nacional Alberto de Agostini, onde é realizada uma caminhada para visualização do habitat dos castores e colônias de leões marinhos. Após o almoço, a aventura continua pelas Ilhotas Tucker, onde há o avistamento de pinguins e de Cormorones, aves típicas da patagônia.

Nos dois dias seguintes, os destaques ficam por conta do Glacia Pia, onde os viajantes desembarcam em uma excursão até o mirante para visualizar o imponente cordão montanhoso que desemboca no mar, e do mítico Cabo Horn, o ponto mais austral do mundo e já na Terra do Fogo. A majestosa Avenida dos Glaciares e a beleza deslumbrante da geografia e vegetação da Baía Wulaia são outros pontos visitados.

Já os roteiros de três noites de duração, que partem aos sábados e às quartas-feiras desde Ushuaia, têm novidades no terceiro e quarto dias de navegação em relação ao programa mais longo. Enquanto a bordo do Via Australis as visitas são aos glaciares Piloto e Nena, o Stella leva o turista para vivenciar experiências únicas no Seno Agostini, na Terra do Fogo, e no glaciar Águila, onde há o desembarque para realização de uma suave caminhada pela praia, margeando uma lagoa rodeada de montanhas nevadas até chegar em frente à geleira. A Ilha Magdalena, ponto final antes do desembarque em Punta Arenas, atraí todos os olhares com seus mais de 100 mil pinguins que vivem no local e passam diante dos visitantes para tomaram banhos de mar.

Os navios Via Australis e Stella Australis possuem atrativos distintos que garantem o luxo e o requinte que esta viagem inesquecível exige. Desenhado para oferecer completa integração com o ambiente externo, o Via Asutralis não esqueceu do conforto interno. A embarcação possui 64 cabines, de 15 m² cada, e capacidade para 136 passageiros. Todas contam com banheiro, ar-condicionado e aquecedor, armários e tomadas de 110 e 220 volts. Com instalações semelhantes ao de um hotel de alto nível, oferece ainda salões para convenções e eventos, bares, lojas, sala de jogos, sala de TV e restaurante.

Já o Stella Australis traz o que há de mais moderno e aconchegante em cruzeiros marítimos. São três salões para convenções e eventos, sala de ginástica e 100 cabines, sendo quatro superiores com tamanho de 20,5 m² e 96 standards de 16,5 m², permitindo uma capacidade total de 210 passageiros confortavelmente instalados.

Mais informações no site www.australis.com ou com os principais operadores de turismo brasileiros.

Fonte: AD Comunicação & Marketing

  
  

Publicado por em