Bons ventos para o turismo náutico

Próxima temporada de cruzeiros será a maior já realizada no país e deve gerar 45 mil empregos

  
  
Ministro Barretto discursa durante a ABAV 2009. No importante evento de turismo, a Abremar também reforçou o desenvolvimento do setor marítimo e suas expectativas de crescimento para 2010

O otimismo foi um dos pratos principais do almoço de abertura da temporada de cruzeiros 2009/10, oferecido pela Associação Brasileira de Empresas Marítimas (Abremar) nesta quinta-feira (22), no Rio de Janeiro (RJ). Será a maior temporada já realizada no Brasil, com previsão de 407 viagens e 900 mil passageiros, 66% a mais em relação ao total transportado na temporada passada.

“Essa estratégia do mercado de cruzeiros de aumentar a oferta é condizente com a retomada do crescimento da economia do país”, afirmou o ministro do Turismo, Luiz Barretto, em discurso na cerimônia de abertura da temporada. A expectativa da Abremar é de que a movimentação financeira nos próximos oito meses ultrapasse os US$ 350 milhões gerados na temporada 2008/09.

Barretto avalia que o Brasil tem todas as condições para se tornar um importante destino de Turismo Náutico, devido às suas condições climáticas e geográficas. “Da parte do Ministério do Turismo, temos trabalhado para inserir cada vez mais o Brasil na rota mundial dos cruzeiros marítimos”, afirmou o ministro.

Uma das medidas adotadas nesse sentido foi a reativação do Grupo de Trabalho do Turismo Náutico que reúne representantes das empresas e das diversas entidades públicas relacionadas ao assunto, tais como a Marinha, Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA), Polícia Federal, entre outros.

“A criação do GT foi um passo importante. Mostra o compromisso da autoridade pública com o desenvolvimento da atividade no país. Ainda há muito a ser feito, mas o importante é que agora temos um canal para o diálogo”, disse o presidente da Abremar, Ricardo Amaral, depois de uma exposição sobre o setor na Feira das Américas (ABAV 2009).

Fonte: MTur

  
  

Publicado por em