Conheça a rota de Charles Darwin

Em 27 de dezembro de 1831, Charles Darwin partia de Devonport, na Inglaterra, a bordo do navio HMS Beagle, rumo à jornada que mudaria a história da humanidade

  
  
Patagônia

Em 27 de dezembro de 1831, Charles Darwin partia de Devonport, na Inglaterra, a bordo do navio HMS Beagle, rumo à jornada que mudaria a história da humanidade. 180 anos depois, a Cruceros Australis repete as aventuras do naturalista com muito conforto e requinte em uma navegação em sistema all inclusive pela Patagônia e a Terra do Fogo. De 19 a 22 de outubro, o navio Stella Australis percorrerá a rota Ushuaia - Punta Arenas em três noites. Já no dia 22 de outubro, navegará por quatro noites no roteiro inverso.

Partindo da cidade argentina de Ushuaia, a embarcação percorrerá o Canal Beagle. O destino é o mítico Cabo Horn, última fronteira antes da Antártica, com seu visual deslumbrante e uma imensa colina de 425 metros, onde haverá um desembarque na Ilha Horn se as condições metrológicas permitirem. O local foi declarado Reserva da Biosfera pela Unesco em 2005 pela sua importância no ecossistema da região.

Continuando a expedição, ruma-se à Baía Wulaia. Ela se destaca por ser onde Darwin teve contato com a vegetação magalhânica e com os nativos canoeiros Yámanas, habitantes originais do lugar. A navegação segue pelo o Glaciar Aguila, onde será avistada uma surpreendente geleira e o contraste entre a Cordilheira Darwin e a floresta magalhânica, a mesma paisagem a que maravilhou Charles Darwin.

A travessia também pode ser admirada de dentro dos salões ou do restaurante do Stella graças as suas grandes vidraças, enquanto se aprecia boa gastronomia e bons vinhos. As espaçosas cabines com janelas amplas também permitem que o passageiro não perca nada da paisagem austral durante todos os momentos da expedição.

No último dia visita-se a Ilha Magdalena, onde uma caminhada permite a observação de milhares de pinguins magalhânicos. A aventura termina em Punta Arenas, onde os passageiros poderão fazer compras na zona franca e depois, quem sabe, visitar o famoso Parque Nacional Torres del Paine.

Já no trajeto de quatro noites, o embarque acontece no final da tarde na chilena Punta Arenas e zarpa pelo Estreito de Magalhães rumo ao "Fim do Mundo". Na aurora do segundo dia, o navio chega às imediações do Glacial Marinelli, na Baía Ainsworth, em plena Cordilheira Darwin e dentro do Parque Nacional Alberto De Agostini. Na região caminharemos no maravilhoso bosque magalhânico, último ecossistema de florestas antes da Antártica. À tarde, haverá uma passagem pelas Ilhas Tucker para visitar uma colônia de pinguins magalhânicos.

A embarcação prossegue pelo Canal Beagle e entra no fiorde Pia, onde o grupo desembarca perto do glacial de mesmo nome e pode admirar a espetacular cordilheira Darwin. Seguindo pelo Canal Murray, o navio chega ao Parque Nacional Cabo Horn no quarto dia de viagem. Ao quinto dia, os viajantes aportam em Ushuaia, cidade mais importante da Terra do Fogo.

Dentro do Stella, os viajantes das expedições ainda participarão de palestras sobre as viagens de Darwin com os especialistas Gerardo Bartolomé, John Woram e Sergio Zagier, que apresentarão as impressões da região que o famoso biólogo teve antes, durante e depois da ida à Terra do Fogo e o legado que ele deixou para a humanidade. Também estão inclusos todos os desembarques diários com experientes guias que acompanham os visitantes em caminhadas por lugares remotos e com uma natureza ainda virgem.

As três noites da rota Ushuaia - Punta Arenas em cabine dupla B custam a partir de US$ 1.124, em acomodação dupla. No roteiro inverso, o valor é a partir de US$ 1.498 por quatro noites, em acomodação dupla. Os navios da companhia Australis funcionam em sistema all inclusive, com todos os serviços, refeições, bebidas alcoólicas e não alcoólicas selecionadas e desembarques já contemplados.

Mais informações no site www.australis.com ou com as principais agencias de viagens e operadoras brasileiras de turismo.

Fonte: AD Comunicação & Marketing

  
  

Publicado por em