Festas em alto mar em novíssimo navio

Cruceros Australis inaugura a embarcação Stella para o Natal e Ano Novo

  
  
Stella Australis

Quem quiser aproveitar as festas de fim de ano em alto mar, não pode perder o novo navio de expedições da Cruceros Autralis, o Stella Autralis. A nova embarcação começará a navegar na Patagônia e Terra do Fogo pela rota de Ushuaia (Argentina) a Punta Arenas (Chile) em 22 de dezembro, com viagem de três noites no Natal. Para quem quiser aproveitar o Ano Novo, o Stella terá saída no dia 29 de dezembro.

A Cruceros Australis lança ao mar seu novo navio no dia 18 de dezembro, com o itinerário inverso, saindo de Punta Arenas, no Chile, para uma viagem de quatro noites até Ushuaia, na Argentina. A nova embarcação oferecerá o que há de mais moderno e aconchegante em cruzeiros marítimos. Serão três salões para convenções e eventos, sala de ginástica e 100 cabines, sendo quatro superiores com tamanho maior que as standard, permitindo uma capacidade total de 210 passageiros confortavelmente instalados.

Além do novíssimo Stella, os turistas também podem optar pelo moderno Via Australis. O navio tem saídas de Punta Arenas para as festas de fim de ano nos dias 21 e 28 de dezembro, em roteiro de quatro noites. Menor que o Stella (capacidade de 136 passageiros), o Via Australis não perde seu charme e encanta seus passageiros nas expedições pelo extremo sul do continente americano.

Os passageiros do Stella e do Via Australis podem desfrutar de todas as refeições, open bar, passeios e palestras. Os preços para as viagens especiais de fim de ano são a partir de US$ 1.460 por pessoa em cabine dupla para três noites e US$ 1.947 para quatro noites.

O trajeto dos navios pelo extremo sul do continente americano inclui passagem pelo Estreito de Magalhães, Canal Beagle e pelo mítico Cabo Horn, que por muitos anos foi uma importante rota de navegação entre os oceanos Pacífico e Atlântico e é conhecido como o "Fim do Mundo".

Outras atrações da rota são os glaciares da Cordilheira Darwin, a baía Wulaia, lugar de encontro entre Charles Darwin e os indígenas Yamana, onde até hoje podem ser vistos vestígios arqueológicos. Além de todo o ecossistema do Bosque Magalhânico, as colônias de pingüins e os famosos elefantes marinhos que encantam os turistas.

Permanecendo a maior parte do tempo em canais e fiordes, os navios também oferecem opções de entretenimento a bordo, como palestras sobre a história das conquistas, a fauna e a flora, as civilizações indígenas, a glaciologia e a etnologia da região.

Mais informações no site www.australis.com ou com os principais operadores de turismo brasileiros.

Fonte: AD Comunicação & Marketing

  
  

Publicado por em