Profissionalização para o setor náutico

Projeto apresentado pelos ministérios do Turismo e Trabalho e Emprego pode ser iniciado ainda este ano

  
  

Visando a melhoria do atendimento profissional em embarcações e cruzeiros marítimos, representantes do Ministério do Turismo (MTur) e do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) participaram hoje (27) de uma Audiência Pública na qual apresentaram um projeto de qualificação profissional para o setor de turismo náutico.

O projeto propõe a capacitação de 3.500 trabalhadores, distribuídos em 10 ocupações distintas, em 13 cidades brasileiras. A partir de pesquisas realizadas previamente, foram identificadas as ocupações prioritárias e que necessitam de mais investimento em profissionais para atender ao mercado de trabalho. Entre os 10 cursos propostos, estão o de garçon, barman, recepcionistas, eletricista de embarcações, mecânico naval, entre outros.

O público alvo do projeto são pessoas em situação de vulnerabilidade social, com nível fundamental, médio ou superior, trabalhadores desempregados ou informais, com ou sem experiência, dependendo do curso solicitado.

Os integrantes do grupo de trabalho de turismo náutico, além dos representantes das secretarias de turismo estaduais e municipais e sindicatos presentes na audiência pública, fizeram contribuições e sugestões acerca do projeto. Durante a audiência, uma comissão tripartite foi estabelecida para aperfeiçoar e elaborar o pré-projeto. A comissão é composta pelo MTur, pela Associação Brasileira de Representantes de Empresas Marítimas (Abremar) e pelo Sindicato dos Empregados Terrestres em Transportes Aquaviários e Operadores Portuários no Estado de São Paulo (SETTAPORT) .

“A expectativa é que ele seja iniciado ainda este ano”, explica Sáskia Lima, coordenadora-geral de Segmentação do MTur. “O Turismo Náutico é um dos segmentos prioritários do Programa de Estruturação dos Segmentos Turísticos, e por isso temos articulado diversas ações para atender às necessidades do segmento”, complementa.

A qualificação profissional tem sido uma das principais demandas levantadas pelo Grupo de Trabalho de Turismo Náutico, Coordenado pelo Ministério do Turismo (MTur). Fazem parte desse grupo diversos órgãos governamentais e da sociedade civil.

Turismo Náutico

O Ministério do Turismo e a EMBRATUR têm participado de eventos internacionais tais como Salão Náutico de Paris e Le Grand Pavois, com vistas à captação de investidores para o Turismo Náutico no Brasil. Além disso, o número de turistas de cruzeiros marítimos no Brasil aumentou 374% entre as temporadas 2004/2005 e 2008/2009.

Fonte: MTur

  
  

Publicado por em