Salvador terá escola de vela para alavancar turismo náutico

Os jovens a partir de 14 anos terão aulas profissionalizantes para capacitação e qualificação de mão de obra com o objetivo de prestar serviços de manutenção dos barcos.

  
  

Entre os dias 12 e 13 de janeiro, um grupo de empresários franceses do setor náutico permanecerá em Salvador para participar de reuniões sobre o desenvolvimento do segmento no estado da Bahia.

O grupo incluirá na sua agenda discussões sobre a instalação da Escola de Vela para crianças e jovens, a partir de 8 anos de idade, matriculados em escolas públicas de Salvador.

As aulas, que além da prática, incluirão ensinamentos de história, veiculação de filmes, natação e conhecimentos do mar, serão realizadas em parceria entre a empresa Grand Pavois da França, com o governo do Estado da Bahia.

Na segunda-feira, dia 12, houve uma reunião no Yacht Clube da Bahia com os empresários franceses, representantes da Setur e da Bahiatursa, Secretaria da Indústria e Comércio, Secretaria de Trabalho, Emprego e Renda além do trade turístico e setor empresarial.

Antônio Carlos Tramm, chefe de Gabinete da Setur, fará uma exposição sobre o desenvolvimento do turismo náutico na Baía de Todos os Santos. Haverá ainda uma rodada de negócios entre os franceses e o trade local.

Hoje, dia 13, os franceses visitam a Marina de Aratu, o Yacht Clube de Aratu e a Bahia Marina, a fim de conhecerem um pouco sobre o potencial náutico do Estado.

A Escola de Vela de Salvador, deverá ter sua sede no bairro da Ribeira, receberá uma verba de 80 mil euros da Grand Pavois, para a aquisição de barcos optimists e recrutamento de profissionais.
As aulas serão nos turnos da manhã e da tarde, inicialmente para sessenta alunos. Os jovens a partir de 14 anos terão aulas profissionalizantes para capacitação e qualificação de mão de obra com o objetivo de prestar serviços de manutenção dos barcos.

Segundo a diretora de Administração e Finanças da Bahiatursa, Célia Bandeira, integrante do Grupo de Trabalho Náutico, “a implantação dessa Escola em Salvador é mais uma possibilidade de inserção social e de desenvolvimento do turismo náutico, pois teremos mão de obra qualificada para os barcos que chegam à Baía de Todos os Santos”, declarou.

Para um dos parceiros do projeto, Cristopher Vieux, “essa escola será muito importante pois a Bahia é um paraíso para a navegação, ela vai profissionalizar os jovens de Salvador, o que gera emprego e mais oportunidades para investimentos no setor”, disse.

Regata Cape To Bahia:

A Regata Heineken Cape To Bahia, que teve a primeira largada da edição 2009 no dia 03 de janeiro, na África do Sul, com cerca de 50 barcos, começará a chegar a Salvador no dia 21 de janeiro, quando a Bahiatursa estará recebendo os velejadores.

Nesta edição da regata, um barco brasileiro participa da competição, o veleiro Ângela II, que saiu de Porto Alegre rumo a África do Sul em outubro de 2008. Essa regata é conhecida em todo o mundo reunindo velejadores profissionais e amadores, além de cruzeiristas.

A festa de premiação para os campeões da competição será realizada no dia 1º de fevereiro, a partir das 19h, no Yacht Clube da Bahia. A Bahiatursa será uma das parceiras do evento, patrocinando um show cultural que será apresentado para os convidados.

Fonte: Departamento de Comunicação da Bahiatursa

  
  

Publicado por em