Santos encerra Temporada de Cruzeiros com 1,1 mi de turistas e antigos problemas

Cerca de 1 milhão e 100 mil pessoas passaram pelo Terminal de passageiros do maior Porto da América Latina ao longo da temporada 2012/2013 de Cruzeiros. Porém, os problemas que afetam o Porto e aos usuários há anos persistem

  
  
O recorde desta temporada de navios atracados num só dia foi no sábado de Carnaval. Neste dia oito transatlânticos aportaram e movimentaram cerca de 37 mil pessoas

O Navio Splendour of the Seas encerrou a temporada 2012/2013 de cruzeiros no Porto de Santos nesta segunda (22). Cerca de 846 mil pessoas passaram pelo Terminal de passageiros do maior Porto da América Latina. Agora, o transatlântico com capacidade para mais de dois mil passageiros segue para a Europa onde fará a temporada de verão do Continente.

Ao longo da temporada que durou de 9 de novembro de 2012 até a última segunda (22), o Terminal Marítimo de Passageiros Giusfredo Santini - Concais recebeu 20 navios diferentes com 211 escalas. Ao total foram 104 dias em operação.

Os destaques ficaram para os transatlânticos Splendour of the Seas, Magnifica e o Zenith cada um com 25 escalas em Santos. O recorde desta temporada de navios atracados num só dia foi no sábado de Carnaval. Neste dia oito transatlânticos aportaram e movimentaram cerca de 37 mil pessoas.

O recorde nacional de cruzeiros aportados num só dia também pertence a Santos. Em 2 de fevereiro de 2008 (também num sábado de Carnaval) o Porto de Santos recebeu nove cruzeiros e mais de 30 mil pessoas passaram pelo Terminal de Passageiros ao longo do dia.
Segundo a Associação Brasileira de Cruzeiros Marítimos (Abremar) na última temporada (2011/2012) o Brasil se tornou o 5º maior mercado mundial de cruzeiros marítimos, ultrapassando a Itália. Ainda de acordo com Abremar, o setor vem crescendo fortemente desde o início do século e nos últimos 10 anos o crescimento foi de 600%. Isso se deve muito a melhora que a economia brasileira passou nos últimos tempos. Na temporada passada o mercado brasileiro movimentou R$ 1,4 bilhão.

Problemas no Porto de Santos

Se não bastassem estes problemas, caso o turista não tenha a sorte do navio que irá embarcar estar ancorado em frente ao Terminal, ele terá que pegar um ônibus que o levará até ao cruzeiro

Os problemas continuam mesmo após a construção do novo Terminal de Passageiros (1998) e da Avenida Perimetral (2010) que liga a cidade de Santos ao porto. Durante a alta temporada é comum se formarem longas filas de carros na entrada do Terminal esperando, literalmente, os trens (de carga) passarem. Além disso, o assédio de funcionários dos estacionamentos locais irritam até aos mais calmos. Eles tentam convencer os turistas a deixarem seus veículos por lá durante o período da viagem. O valor cobrado chega a R$ 200,00 por um final de semana no estacionamento.

Se não bastassem estes problemas, caso o turista não tenha a sorte do navio que irá embarcar estar ancorado em frente ao Terminal, ele terá que pegar um ônibus que o levará até ao cruzeiro. Neste curto percurso o turista conhecerá de perto a face mais triste do Porto de Santos como o mal cheiro, os buracos e a desorganização. Para piorar, caso chova na região a situação se complica ainda mais, pois as ruas de paralelepípedo viram um lamaçal com um odor insuportável devido a mistura de grãos e água.

Por Dennys Marcel

  
  

Publicado por em