Segurança em cruzeiros é tema de debate no Senado

Em menos de dez anos, o número de passageiros de cruzeiros marítimos no Brasil saltou de 25 mil para cerca de 800 mil, volume transportado na temporada 2010/2011. A segurança desse público e seus direitos em caso de acidente foram debatidos no Senado

  
  
A segurança desse público de passageiro de cruzeiros e seus direitos em caso de acidente foram objeto de audiência pública

Em menos de dez anos, o número de passageiros de cruzeiros marítimos no Brasil saltou de 25 mil para cerca de 800 mil, volume transportado na temporada 2010/2011. A segurança desse público e seus direitos em caso de acidente foram objeto de audiência pública promovida pela Comissão de Desenvolvimento Regional e Turismo (CDR) do Senado Federal.

A audiência reuniu parlamentares, representantes de órgãos públicos envolvidos na atividade e entidades de classes de segmentos da indústria do turismo. Houve consenso em relação ao empenho das autoridades brasileiras e das empresas em tornar a atividade cada vez mais segura em águas brasileiras.
O representante do Ministério do Turismo, Ricardo Moesch, ressaltou a importância do Grupo de Trabalho (GT) de Turismo Náutico, coordenado pelo MTur, que colocou na mesma mesa empresas, trabalhadores e órgãos responsáveis pela normatização e fiscalização do transporte turístico de passageiros.

A mais recente ação do GT, anunciou o diretor do MTur, é a estruturação do projeto ‘Torre de Controle’, um sistema de monitoramento que deverá entrar em operação na próxima temporada de cruzeiros marítimos. Com o aquecimento do mercado de cruzeiros, foi discutida a possibilidade de aumento do período das temporadas, que hoje são de seis meses.

O presidente da Associação Brasileira de Cruzeiros Marítimos (Abremar), Ricardo Amaral, destacou o impacto positivo da atividade na economia e sua interface com setores como a hotelaria. Disse, no entanto, que a ampliação de rotas depende de medidas de incentivo do governo.

A audiência foi presidida pelo titular da CDR, senador Benedito Lira (PP/AL) que ressaltou o potencial do Nordeste, devido às condições climáticas, para receber navios durante todo o ano. Participaram também da reunião, representantes da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), Marinha, Departamento de Proteção e Defesa do Consumidor do Ministério da Justiça, Conselho Nacional de Praticagem (Conapra), entre outros.

Fonte: MTur

  
  

Publicado por em