Turistas de navio têm mais segurança em Salvador

Saltur desenvolve ações para garantir conforto aos 320 mil turistas que devem desembarcar em Salvador pelo Porto

  
  

Iniciada no último dia 20 de outubro, a temporada de cruzeiros marítimos em Salvador vai movimentar cerca de 320 mil turistas em 148 navios com chegada prevista até maio no Porto. Com a finalidade de assegurar mais conforto e segurança a esses passageiros, a Salvador Turismo (Saltur) reuniu representantes de órgãos municipais como a Susprev (Guarda Municipal), Sesp, Sucom, Transalvador e Limpurb, além da Codeba, Sindetur, Associação Comercial, Cluster e Polícias Civil e Militar.

A iniciativa busca criar uma operação conjunta de atendimento a esses turistas, principalmente aqueles (mais de 60%) que circulam pela área do Comércio onde fica o Porto. Como disse o presidente da Saltur, Cláudio há necessidade da criação de um roteiro que ligue, por exemplo, o Porto de Salvador ao Mercado Modelo, um dos locais mais procurados pelos turistas que chegam de navio à cidade. Esses cruzeiros marítimos consolidam a capital baiana como um dos destinos mais concorridos da temporada. Haverá a colocação de placas de sinalização entre os dois locais, além de reforçada a limpeza e a segurança no local, disse.

CRESCIMENTO

Salvador nos últimos cinco anos tem experimentado um crescimento da ordem de 353,19% no número de turistas que chegaram à cidade pelo Porto. Enquanto na temporada 2004/2005, 45 mil passageiros desembarcaram na capital baiana pelo mar, na temporada 2008/2009 esse número saltou para 203.062 visitantes, de acordo com dados apurados pela Codeba – Companhia Docas do Estado da Bahia - e também pelo Sindetur – Sindicato das Empresas de Turismo. Para 209/2010 são esperados 320 mil passageiros.

De acordo com Cláudio Tinoco, a Saltur acompanha com interesse esse crescimento que, em sua opinião é de grande importância para a cidade e para o comércio local. Em sua opinião, se esses turistas que chegam de navio não gastam com hospedagem, eles deixam na economia da cidade cada vez mais um maior volume de dinheiro.

Fonte: Secretaria de Turismo de Salvador

  
  

Publicado por em