Turismo em ônibus: Belotur lança projeto pioneiro no país

BELO HORIZONTE - Os moradores de Belo Horizonte passam a contar a partir desta quinta-feira, dia 15, com um novo jeito de conhecer a cidade. A Belotur vai lançar o projeto "Turismo em ônibus", realizado em parceria com a BHTrans e o

  
  

BELO HORIZONTE - Os moradores de Belo Horizonte passam a contar a partir desta quinta-feira, dia 15, com um novo jeito de conhecer a cidade. A Belotur vai lançar o projeto "Turismo em ônibus", realizado em parceria com a BHTrans e o Centro Universitário Uni-BH. A primeira viagem do projeto será nesta quinta e terá uma parada às 9:30 na Rua da Bahia, entre Avenida Augusto de Lima e Rua Goiás (onde era o Bahia Shopping).

O projeto visa levar ao conhecimento do cidadão belo-horizontino que usa o sistema de transporte coletivo a história dos principais atrativos turísticos da cidade. Trata-se de uma iniciativa inédita no país. Os alunos do curso de Turismo do Uni-BH, devidamente identificados com a camisa do projeto, vão entrar nos ônibus e durante o percurso contam aos usuários detalhes dos monumentos e obras que fazem parte daquele trajeto.

A linha piloto vai ser a 8102, que vai do bairro União até o Sion. Na concepção do projeto, houve uma preocupação em não atrapalhar os usuários durante os horários de pico. Ele vai funcionar de terça a quinta-feira em dois períodos. Pela manhã, entre 9 e 11 horas, e à tarde de 14:30 às 16:30 horas. De início, dez alunos do curso de Turismo do Uni-Bh estarão envolvidos no projeto.

O Presidente da Belotur, Fernando Lana, concebeu o projeto a partir de uma constatação bem simples. "Belo Horizonte é uma cidade nova e boa parte da nossa população ainda não conhece a nossa história. Além disso, muita gente que mora aqui veio de fora, geralmente do interior de Minas. Tenho certeza que o Turismo em ônibus será o maior sucesso. Ele vai despertar a curiosidade das pessoas", prevê o presidente.

Outro efeito que o presidente espera em decorrência do projeto é um ganho na auto-estima do belo-horizontino. "Muitas vezes temos mania de valorizar só aquilo que é de fora. Conhecendo melhor a história da cidade, o morador vai saber reconhecer o valor de Belo Horizonte e saber que está morando em um lugar de dar inveja a muita gente".

O projeto vai começar com apenas uma linha, mas Lana prevê que em breve ele será expandido para novos percursos. Nessa primeira linha, o usuário do transporte coletivo vai conhecer, por exemplo, quando foi construído o tradicional Viaduto de Santa Tereza, saber porque a Rua da Bahia tem fama de ser boêmia e conhecer todos os detalhes dos monumentos no entorno da Praça da Liberdade.

Fonte: ABN - Agência Brasileira de Notícias

  
  

Publicado por em