Arraial de Belô 2010 resgata tradições da cultura mineira

A grande festa do Arraial de Belô 2010 acontece nos dias 16, 17 e 18 de julho, na Praça da Estação, com a apresentação das quadrilhas do grupo A, formado pelas melhores da cidade

  
  
Lançamento do Arraial de Belô

A Prefeitura de Belo Horizonte lançou a maior festa junina do Sudeste brasileiro, o Arraial de Belô 2010. O evento é realizado pela PBH, por meio da Belotur, em parceria com a União Junina Mineira. Em sua 32ª edição, o evento traz uma ampla programação para os meses de junho e julho, como uma blitz com as quadrilhas juninas participantes dos concursos, além de apresentações de grupos infantis e da terceira idade. São mais de 40 eventos, realizados em praças, parques e diversos outros espaços da cidade. Para saber a programação completa, acesse www.belohorizonte.mg.gov.br.

Neste ano, o Arraial de Belô retoma suas características originais, por meio da restauração e fortalecimento da personalidade própria da festa belorizontina e mineira. A valorização das raízes típicas e a apresentação de agentes simbólicos da arte, cultura e tradições próprias do estado de Minas Gerais pretendem tornar o Arraial de Belô a festa mais representativa da riqueza cultural de Minas e de sua capital.

“O resgate da pureza das raízes da nossa cultura vai transformar o Arraial de Belô em uma expressão legítima da nossa identidade”, destacou o prefeito Marcio Lacerda. Além dele, participaram do lançamento do evento o diretor-presidente da Belotur, Júlio Pires, do presidente da Comissão Mineira de Folclore, Carlos Felipe Horta e do presidente da União Junina Mineira, Marcelo Borges, entre outras autoridades.

Segundo Marcio, a ideia é atrair também o turismo de outras regiões. “Na medida em que construímos um evento que seja autêntico, diferenciado e fiel às raízes, temos condições de incrementar o turismo interno, que se identifica com essa forma de manifestação cultural e artística. Assim, temos um evento atraente para brasileiros de todo o país”, afirmou.

Lançamento do Arraial de Belô

Para Júlio Pires, a novidade do Arraial de Belô 2010 é que deixou de ser um evento difuso e com pouca identidade com Minas Gerais para ser um evento completamente mineiro. “No lugar do forró e do sertanejo teremos baile na roça, show de viola, sanfona, repente com artistas belorizontinos e com a garantia de um lazer de qualidade para a população”, ressaltou.

A iniciativa de realização do Arraial de Belô é, na opinião de Marcelo Borges, uma importante ação de inclusão social, pois, segundo ele, a maioria dos integrantes dos grupos de quadrilhas são moradores de áreas de vulnerabilidade social. “A apresentação dos grupos contribui para aumentar a auto-estima dos dançarinos, com o sentimento de integração à sociedade, pois permite que eles se apresentem para platéias de milhares de pessoas”, analisou.

Para o diretor de eventos da Belotur, Arthur Vianna, o evento é um importante fator de valorização e resgate da cultura popular e, também, de geração de renda, já que, em cada evento nas regionais e na Praça da Estação, são instaladas barraquinhas de comidas e bebidas.

A grande festa do Arraial de Belô 2010 acontece nos dias 16, 17 e 18 de julho, na Praça da Estação, com a apresentação das quadrilhas do grupo A, formado pelas melhores da cidade. Completam a festa os quiosques gastronômicos com comidas e bebidas tipicas, shows especiais de encerramento e uma decoração que busca reproduzir o clima das festas juninas tradicionais. Para receber o público com conforto e segurança, o evento conta com modernas estruturas de palco, tablados e arquibancadas.

Evento
O Arraial de Belô 2010 começou com a realização do Seminário Junino Mineiro, em abril. Sua primeira manifestação pública foi o Cortejo Junino, em 5 de junho, que percorreu o centro da cidade, do Parque Municipal até a Praça da Liberdade. Durante junho e no início de julho, o Arraial de Belô promove festas por toda a cidade. As etapas do Concurso Municipal e o Festival Estadual de Quadrilhas Juninas serão realizadas em todas as regionais. O homenageado desta edição é o cantor e compositor José Ramiro Sobrinho, o Pena Branca, falecido aos 70 anos, neste ano.

Festival Estadual de Quadrilhas Juninas
O Festival Estadual de Quadrilhas Juninas será realizado nos dias 26 e 27 de julho e terá a participação de 11 grupos de quadrilha, cada uma representando sua cidade mineira: Contagem, Sete Lagoas, Vespasiano, Ouro Preto, Ribeirão da Neves, Itabirito, Sabará, Nova Lima, Janaúba, Itabira e Montes Claros.

Concurso Municipal de Quadrilhas Juninas
Belo Horizonte possui atualmente cerca de 60 grupos de quadrilhas, totalizando mais de 3 mil componentes. O Concurso Municipal de Quadrilhas começa neste sábado, dia 19, e continua no próximo fim de semana, com apresentações de quadrilhas concorrentes nos grupos B e C em todas as regiões da cidade.

Premiação das Quadrilhas

No Festival Estadual de Quadrilhas Juninas de Minas Gerais, os três primeiros colocados receberão os seguintes prêmios:

Classificação Valor da Premiação
1º lugar R$ 8 mil
2º lugar R$ 6 mil
3º lugar R$ 4 mil

No Concurso Municipal de Quadrilhas Juninas, os quatro primeiros colocados nos Grupos A, B e C receberão os seguintes prêmios:

Classificação do Grupo A - Valor da Premiação
1º lugar R$ 10 mil
2º lugar R$ 8 mil
3º lugar R$ 6 mil
4º lugar R$ 4 mil

Classificação do Grupo B e C - Valor da Premiação
1º lugar R$ 8 mil
2º lugar R$ 6 mil
3º lugar- R$ 4 mil
4º lugar R$ 3 mil

Fonte: Prefeitura de Belo Horizonte

  
  

Publicado por em

Diogo

Diogo

09/06/2011 15:11:17
Até que idade?

Equipe EcoViagem

Equipe EcoViagem

Olá, Para mais informações favor entrar em contato com a Secretaria de Turismo da Prefeitura de Belo Horizonte. Atenciosamente, Dennys Marcel