Washington sediará o Museu Nacional de História e Cultura-Afro Americana

O exterior do edifício foi inspirado nas coroas usadas na África Ocidental

  
  

Com abertura programada para o próximo sábado, 24 de setembro, o Museu Nacional de História e Cultura-Afro Americana (NMAAHC) é o último museu que será construído no National Mall, em Washington, DC, e promete ser a grande inauguração do ano na capital americana.

Descubra 10 fatos sobre esse museu que não pode ficar de fora do itinerário do viajante que visitar a capital do país:

1- O museu será inaugurado em 24 de setembro de 2016

2- Como todos os museus do Instituto Smithsonian, o NMAAHC terá entrada gratuita ao público!

Concebido pelo arquiteto David Adjaye, nascido em Gana, o exterior do edifício é artisticamente composto por um painel em três camadas na cor bronze / Divulgação

3- Esse será o único museu dedicado exclusivamente à cultura afro-americana. O museu foca em mostrar a história através da experiência afro-americana, apresentando coleções de arte e artefatos que cobrem o período desde a Diáspora Africana até os dias de hoje.

4- O exterior do edifício foi inspirado nas coroas usadas na África Ocidental. Concebido pelo arquiteto David Adjaye, nascido em Gana, o exterior do edifício é artisticamente composto por um painel em três camadas na cor bronze. Essa estrutura é uma homenagem ao trabalho de ferro forjado feito por escravos no Sul dos Estados Unidos.

5- O museu tem oito andares. Cinco andares ficam acima do solo e três são subterrâneos. Eles contam com 11 exibições com temas que vão desde história e cultura, até comunidade, música e artes.

6- Um enorme vagão de trem da era de Jim Crow teve de ser instalado durante a construção do museu. Uma das exposições inaugurais será sobre a segregação racial, Defending Freedom, Defining Freedom: Era of Segregation 1876 - 1968, e apresentará um vagão de trem Pullman Pakace da época de Jim Crow, onde os visitantes poderão entrar para explorar.

7- Os visitantes descobrirão relíquias de um navio negreiro
A exibição Slavery and Freedom incluirá objetos encontrados em um navio de escravos que partiu do Brasil e afundou em 1794 perto da Cidade do Cabo, na África do Sul. Os blocos de lastro (foto) foram usados para compensar o peso da carga humana.

8- Será possível explorar a música afro-americana desse o seu início
Outra exposição que estará disponível na inauguração, a Musical Crossroads, apresentará a cronologia da música afro-americana desse o seu início até os dias atuais.

9- A fachada do prédio pode ser usada como tela de projeção. Em novembro do ano passado, o painel exterior do edifício se transformou em uma tela de cinema gigante, quando foi usado para projeção de filmes 3D durante um evento especial.

10- Esse é o 19º museu do Instituto Smithsonian

Visite: www.revistaecotour.tur.br

Fonte: Juliana Bordin

  
  

Publicado por em