Folias tradicionais tomam conta de Pesqueira e Salgueiro no Carnaval de Pernambuco

As tradições culturais de Pernambuco se tornam mais fortes no Carnaval, onde surgem ricas manifestações que se passam de pai para filho

  
  

As tradições culturais de Pernambuco se tornam mais fortes no Carnaval, onde surgem ricas manifestações que se passam de pai para filho. Não foi diferente nos no município de Salgueiro (518 km de Recife), com a Bicharada do Mestre Jaime, e em Pesqueira (215 km), onde os Caiporas tomaram conta das ruas. As manifestações aconteceram durane a tarde e a noite deste domingo do Carnaval de Pernambuco.

Em Salgueiro, Sertão de Pernambuco, uma tradição da década de quarenta se mantém forte. É a Bicharada do Mestre Jaime, que sai todos os Domingos de Carnaval desde 1949, quando Mestre Jaime decidiu levar para as ruas do município uma verdadeira multidão com máscaras de animais confeccionados por ele.

Este ano o Mestre brincou ao lado do povo e de suas criações. Também desfilou ao lado dois bonecos feitos em sua homenagem: o primeiro, com uma roupa igual à que ele usava, e outro, uma homenagem do Bloco Tabacaria de Olinda aos 60 anos de folia.

Os primeiros blocos carnavalescos de Salgueiro tem registro em 1920, mas ganharam tradição no Carnaval apenas em 1950 com o Bloco das Primas, que fez sucesso na cidade.

Já em Pesqueira, o bloco dos Caiporas, fundado em 1962, foi para as ruas a partir das oito da noite do domingo (06). Os foliões vestem sacos de estopa na cabeça e ternos, divertindo todo mundo. Eles também saem na Segunda e Terça de Carnaval.

Além dos Caiporas, Pesqueira conta com 80 troças que se alternam para os desfiles, como a Turma da Velha Guarda, as Catraias e Lira da Tarde. Isso sem falar das escolas de samba e grupos de coco.

Fonte: EXECUTIVA PRESS

  
  

Publicado por em