Jardim da praia de Santos torna-se patrimônio histórico

A orla marítima ajardinada de Santos, reconhecida pelo Guinness Book (Livro dos Recordes) como o maior jardim de praia do mundo, agora é patrimônio histórico

  
  
Jardim da Praia de Santos

A orla marítima ajardinada de Santos, reconhecida pelo Guinness Book (Livro dos Recordes) como o maior jardim de praia do mundo, agora é patrimônio histórico. Depois de quase uma década de estudo, o Condephaat (Conselho de Defesa do Patrimônio Historio, Arquitetônico, Artístico e Turístico do Estado) aprovou o tombamento do espaço, em reunião no dia 28 de junho.

Desta forma, novas intervenções precisarão ser analisadas e aprovadas pelo conselho, exceto a manutenção dos jardins e a substituição de equipamentos, serviços feitos pela Prefeitura Municipal de Santos (PMS), que estão pré-autorizados pelo órgão. A área tombada compreende o trecho em frente à Rua Nilton Prado, próximo ao emissário submarino, no José Menino, até a altura da Rua Isidoro de Campos, na Ponta da Praia.

São 5.335 metros de extensão, englobando os passeios externo e interno, ciclovia, desenho das alamedas, jardim com seus canteiros e dezenas de espécies de plantas, além da Praça das Bandeiras, no Gonzaga; da marquise de forma orgânica (arredonda e irregular) no Boqueirão; e da Fonte do Sapo, na Aparecida.
“A decisão do Condephaat é o reconhecimento ao esforço da cidade que soube construir e preservar esse que é o jardim de orla mais belo do País e um dos mais importantes do mundo. Esse não é um patrimônio apenas da cidade, mas do Brasil”, disse o prefeito João Paulo Tavares Papa.

Reurbanização em pauta
Modernização, segurança e funcionalidade resumem a grande intervenção a ser promovida na orla da praia pela PMS. A reurbanização prevê remodelação dos quiosques e sanitários, brinquedos mais seguros e resistentes, nova iluminação para a ciclovia e acessibilidade, entre outras melhorias. O trecho a ser contemplado vai do posto de salvamento 1, no José Menino, até o canal 6, totalizando cerca de 5 quilômetros.

A reurbanização contará com recursos do Dade (Departamento de Apoio ao Desenvolvimento das Estâncias), no valor de R$ 13.822.835,38 e deve ser concluída em oito meses, a partir do seu início, previsto para depois da temporada de verão 2010/11.

Fonte: Prefeitura de Santos

  
  

Publicado por em