Joaçaba: O melhor Carnaval do Sul do Brasil

Cidade no interior de Santa Catarina realiza um carnaval surpreendente, luxuoso e técnico, digno de Sapucaí

  
  
Carnaval de Joaçaba

Cidade no interior de Santa Catarina realiza um carnaval surpreendente, luxuoso e técnico, digno de Sapucaí, com direito as desfile de famosos, alegorias gigantescas e Escolas de Samba extremamente estruturadas e organizadas. Tudo isso em uma região tipicamente européia.

Joaçaba/ Santa Catarina: Durante o mês de fevereiro, quando tradicionalmente acontece o Carnaval, que é considerada a maior manifestação cultural do Brasil, as atenções se fixam diretamente para o eixo Rio-São Paulo. O que poucos sabem, é que no interior de Santa Catarina, mais precisamente na cidade de Joaçaba, localizada à cerca de 440 quilômetros da capital Florianópolis, acontece um desfile de escolas de samba luxuoso, técnico e bem próximo do espetáculo apresentado nas duas maiores cidades do Brasil. Mas o grande diferencial está em como uma região, basicamente colonizada por europeus, consegue gerir e promover um espetáculo que encanta os olhos de mais de 30 mil pessoas nos dois dias de desfile. Qual será a receita para transformar uma pequena avenida em uma reprise da Marques de Sapucaí?

Primeiro, prepare o palco do espetáculo. Há muitos anos, o desfile das escolas de samba de Joaçaba e Herval d´Oeste, que era mais um desfile de rua tradicional em diversas cidades do Brasil, tornou-se um evento tão grandioso e similar aos dois maiores desfiles do país. Em um período de 15 dias, a principal avenida da cidade se transforma recebendo arquibancadas, pintura branca no asfalto, iluminação especial e tudo que se faz necessário para o espetáculo, que inclusive é transmito ao vivo pela televisão para todo o Estado. “Não possuímos um sambódromo como em outras cidades, por isso se faz necessário, utilizar nossa principal avenida para realizar o evento” justifica o Prefeito da cidade, Rafael Laske, que vê sua principal vi ser praticamente fechada durante os cinco dias de festa.

Segundo, se organizar a exemplo das grandes cidades. Joaçaba conta com uma Liga das Escolas de Samba bem organizada, que reúne as três escolas de samba. Os recursos públicos, que neste ano passaram a marca dos milhões, são entregues a entidade que repassa as Escolas, que contam que esse dinheiro, patrocínios e festas durante o ano para poder realizar um belo desfile. A única coincidência entre as três escolas, é que grande parte de sua diretora é formada por descendentes de alemães e italianos, que há muito tempo se apaixonaram pelo carnaval e dedicam o ano inteiro para realização dos seus desfiles. “Os sobre nomes dos carnavalescos e presidentes são europeus, como Fett, Dorine, Zamoner. Ao invés de okterber fest´s ou outros eventos do gênero, se entregaram a magia brasileira do carnaval” comenta o presidente da Liga das Escolas de Samba de Joaçaba e Herval d´Oeste, Gilmar Bonamigo.

Junte a receita, uma boa dose de cariocas, amantes e profissionais do samba. Esse outro fato que torna o evento de Joaçaba singular. Dezenas de cariocas e profissionais do samba, contribuem diretamente nas escolas do interior de Santa Catarina. Além daqueles que moram na cidade há anos, compositores, puxadores, aderecistas e até escultores das grandes agremiações do Rio de Janeiro, trabalham durante o ano na elaboração do espetáculo. Um desses exemplos Gilberto Savério que neste ano foi o responsável pelas oito esculturas que desfilaram pela Mangueira na Sapucaí e que também contribuiu com o desfile da escola joaçabense Aliança, aliás que se consagrou campeã em 2010 e 2009. “Há muito tempo que o carnaval de Joaçaba deixou de ser mais uma brincadeira de rua e virou algo sério e profissional. A evolução e capricho é claro aos olhos de todos.

Mas o grande fato é que vivemos o carnaval na essência e muitas vezes de forma artesanal, onde algumas fantasias são feitas totalmente a mão e com muito capricho” falou o carnavalesco da Aliança, Carlos Fett.

Para avaliar o desfile, afinal de contas se busca o titulo de campeã, nada mais justo que jurados consagrados no Rio de Janeiro e São Paulo. Na avaliação deste ano, não foram poucos os comentários e elogios sobre a técnica e principalmente perfeição e luxo do desfile. Em 2011, uma a jurada carioca Vanessa Lins, foi enfática, quando cravou uma nota exclusiva 10 no quesito fantasia, onde escreveu: “A coerência entre o enredo e os desenhos das fantasias tornaram leve a interpretação, fortalecidos pela beleza exuberante no equilíbrio de cores.

Perfeição plástica observada nos acabamentos e na uniformidade dos detalhes, dignos de desfilar no Sapucaí, parabéns a todos!”
Esse fato mostra à força real do maior evento cultural do Brasil. A cidade para, hotéis e restaurantes lotados, até nas cidades vizinhas. Segundo a Prefeitura Municipal, o movimento econômico local praticamente dobra com a chegada do carnaval. “Trata-se de mais uma surpresa, nesse país cheio de diversidade. Quem diria, que no interior de um Estado praticamente todo europeu, teríamos condições de realizar um evento a altura dos grandes desfiles do Brasil” finaliza Gilmar Bonamigo.

Fonte: SANTUR

  
  

Publicado por em