Mais de vinte representantes de museus internacionais participam do Programa Profissional da SP Arte

Galerias da França, Argentina, Uruguai e Espanha também irão expor nesta feira.Entre os 69 expositores brasileiros, 41 são paulistanos e 29 de outras cidades do Brasil.

  
  

Mais importante feira de arte na América Latina, a SP Arte – Feira Internacional de Arte de São Paulo deve levar cerca de 15 mil visitantes ao Pavilhão da Bienal, no Parque do Ibirapuera, entre os dias 28 de abril e 02 de maio.

Em sua sexta edição, 80 galerias – sendo 70 nacionais e 10 estrangeiras - irão expor 2500 obras, de 1400 artistas, em um espaço de 7500 m², praticamente o dobro da área ocupada na primeira edição em 2005. Apesar de toda essa ampliação, 40 galerias já estão na fila de espera para participar da feira. Tal espera reitera toda a credibilidade e a solidez acumuladas em seis anos de evento.

Das 80 galerias participantes, 13 estarão na feira pela primeira vez, o que demonstra o cuidado da organização da SP Arte com a renovação dos expositores. Destaca-se a adesão de cinco novas galerias internacionais – em especial, as oriundas de Inglaterra e México, países que fazem sua estréia na feira. Galerias da França, Argentina, Uruguai e Espanha também irão expor SP Arte. Entre os 69 expositores brasileiros, 41 são paulistanos e 29 de outras cidades do Brasil.

Uma novidade desta edição é a participação da Galeria Motor. Pela primeira vez no mundo, uma galeria virtual vai estar presente em um evento como a SP Arte. Lançada em 2009 como plataforma online de arte do site Submarino, a Motor democratiza o acesso à arte ao adotar o parcelamento nas compras de obras.

Uma gravura da Tomie Ohtake, por exemplo, pode ser adquirida a 12 vezes de R$ 291,67 no cartão de crédito. Na feira, os preços vão de R$ 1 mil até valores astronômicos, superiores a R$ 1 milhão. É o caso das pinturas da série Metaesquema, de Helio Oiticica, avaliadas em R$ 1,2 milhão cada uma.

Jovens artistas:

O Arte Nova, no mezanino, continua sendo o espaço destinado às galerias mais novas, representantes de jovens artistas, pouco conhecidos, mas promissores. Participam do Arte Nova, as galerias Dumaresq, de Recife, Mezanino, Dconcept, Dropz, Emma Thomas e Amarelonegro e a argentina Ignacio Liprandi.

Programa Profissional:

A convite da SP Arte, mais de 20 profissionais do meio vão cumprir um roteiro cultural pela cidade ao longo dos dias de feira. As atividades fazem parte do Programa Profissional da SP Arte – uma parceria com a Apex cujo objetivo é fortalecer a imagem da arte brasileira no exterior.

Entre os participantes, estão Jacob Fabricius,Diretor do Museu Malmö Konsthall, Suécia; Agustin Perez Rubio, diretor do Museo de Arte Contemporáneo de Castilla; Octavio Zaya, curador do Musac e diretor da revista Atlantica; Maria Bonta de la Pezuela, vice-preside nte da Sotheby’s na América Latina; Tanya Barson e Julieta Gonzalez, curadoras da Tate Gallery, Veronica Anaya, curadora da Coleção JUMEX (México), Jeremy Wiltshire, colecionador inglês, Barbara Hoffman, colecionadora americana, Pascó-Font Quevedo, colecionador peruano, Carolina Furukrona, do Smithsonian Institution, de Washington. Esses profissionais acreditam que de fato o Brasil está se estabelecendo como uma rota para o mercado de arte.

“A SP Arte é uma ótima oportunidade para estar em contato com um grande número de galerias brasileiras que estão se firmando com força no mercado internacional”, comenta Julieta Gonzalez, curadora da Tate Gallery na América Latina.

Serviço:

SP ARTE 2010 FEIRA INTERNACIONAL DE ARTE DE SÃO PAULO 6ª EDIÇÃO

29 de abril a 02 de maio de 2010

Pavilhão da Bienal – Parque do Ibirapuera

Avenida Pedro Álvares Cabral, s/nº - Acesso pelo Portão 3

Preview para colecionadores e profissionais

Dia 28 de abril das 14 às 18h

Abertura oficial (somente para convidados)

Dia 28 de abril das 18 às 22h

Horários:

29 e 30 de abril (quinta e sexta-feira): das 14 às 22 h.

1 de maio (sábado): das 12 às 20 h.

2 de maio (domingo): das 12 às 21 h.

Ingressos: R$ 25,00 (dinheiro ou cheque)

Desconto para estudantes e aposentados (50%).

Catraca livre: os 250 primeiros visitantes a chegarem na feira, de quinta a domingo, terão entrada de graça. Serão 1 mil entradas gratuitas.

Local de vendas: bilheteria da feira localizada na Bienal, a partir das 12h ou no site da feira. Pagamento: dinheiro, cheque ou cartão.

Fonte: Neila Carvalho

Visite: www.revistaecotour.com.br

  
  

Publicado por em