Marcas do Turismo do Paraná estão em exposição no Afonso Pena

A Secretaria de Estado do Turismo, em parceria com a Infraero, apresenta no hall de exposições do Aeroporto Internacional Afonso Penna as marcas das dez regiões turísticas do Estado e a nova marca Paraná

  
  

A Secretaria de Estado do Turismo, em parceria com a Infraero, apresenta no hall de exposições do Aeroporto Internacional Afonso Penna as marcas das dez regiões turísticas do Estado e a nova marca Paraná, que estarão presentes em todos os materiais de divulgação do turismo. A mostra, aberta nesta última terça-feira, 10, foi visitada pelo secretário de Estado do Turismo, Celso de Souza Caron, e pelo superintendente do aeroporto, Antonio Pallu.

Pallu disse que a exposição trouxe muito colorido para o espaço. Gostaria de visitar cada um dos lugares apresentados nos painéis. Ele disse também que a mostra auxiliará nas visitas escolares. Temos diversas visitas escolares agendadas para o início do ano letivo e a exposição servirá para que os estudantes conheçam melhor o Paraná.

Antes da visita à exposição, Caron e Pallu conversaram a respeito das melhorias reivindicadas para o Aeroporto Afonso Pena, principalmente se Curitiba vier a ser uma das sedes da Copa do Mundo da Fifa de Futebol, em 2014. O superintendente falou da ampliação da pista principal em 300 metros, o que mudaria a categoria do aeroporto, do aumento do terminal de passageiros e de outras obras previstas. Nosso principal gargalo hoje é o terminal de passageiros e a falta de um acesso secundário para cabeceira da pista principal. Essas duas obras dariam mais conforto para os passageiros e desafogariam o tráfego aéreo. As aeronaves hoje voltam pela pista principal até a cabeceira para decolar, o que atrasa o uso da pista para outras manobras de pouso e decolagem.

Caron disse que o Governo do Estado tem solicitado as obras de melhoria do aeroporto, inclusive a construção de uma terceira pista. Essa é uma questão prioritária e não abandonamos esse pleito, afirmou. Curitiba atrai cada vez mais vôos para o Mercosul e demais cidades da região e precisa de um aeroporto condizente com a demanda.

Fonte: Secretaria de Turismo do Estado do Paraná

  
  

Publicado por em