Mergulhe na arte contemporânea da França

A França é um país que respira cultura. Por ser o berço de nomes importantíssimos da pintura, literatura e música, sempre foi referência no mundo da arte antiga, renascentista e moderna. Então, que tal conhecer esta cultura?

  
  
A França é um país que respira cultura

A França é um país que respira cultura. Por ser o berço de nomes importantíssimos da pintura, literatura e música, sempre foi referência no mundo da arte antiga, renascentista e moderna.

Entre os vários destinos que devem ser visitados pelos turistas que forem para a França, está a estonteante região de Côte D´azur, na cidade de Nice. Onde além das incríveis paisagens, estão instalados o Museu de Arte Moderna e Arte Contemporânea (MAMAC) e o Museu Chagall, e um inquestionável roteiro que remete à arte: Villa Arson, uma escola que abriga ateliers de artistas e conta com projetos sobre a dimensão plástica do som; o bairro Vieux Nice, onde estão mansões do século XVII e igrejas barrocas; e a Fundação Maeght, um museu de arte moderna e contemporânea com obras dos artistas Giacometti, Miró, Calder, Braque e Leger;

Ainda na mesma região, em Vence, está o Vilarejo medieval de Saint Paul, que abriga galerias de arte e lojas de artesanato; Em Menton, o Museu Cocteau, que aborda a Arte Vídeo; Em Eze, um vilarejo medieval, construído artisticamente sobre um penhasco; a Capela A Guerra e a Paz, obra de Picasso, instalada em Vallauris, também faz parte das visitas. Do mesmo artista, um museu em sua homenagem, em Antibes, encerrará a viagem à região de Côte D´Azur, onde também estarão passagens pelo glamouroso principado de Mônaco e cidade de Cannes.

A viagem que busca e compreende a arte contemporânea francesa tem continuidade na capital, Paris. O Museu do Cinema dá início ao roteiro. O Site de la Création Contemporaine, no Palais de Tokyo e um passeio no bairro La Défense, planejado nos anos 50 e hoje o maior centro econômico da Europa, onde é possível conhecer obras de grandes artistas como Calder e Miró, dão continuidade às visitas com enfoque na arte. Mansões renascentistas, galerias de arte contemporânea, a arquitetura do Centro Cultural Pompidou e o museu de mesmo nome, a Gaité Lyrique, centro de Arte Digital recém-inaugurado, a Grande Biblioteca François Miterand, visita ao projeto de Street Art da associação M.U.R. (Modulado, Urbano, Reativo) e conversa com artistas nos Frigos (antigos frigoríficos transformados em ateliers), completam o roteiro em Paris.

A viagem tem preços a partir de US$ 2.750 por pessoa.

Fonte: AD Comunicação & Marketing

  
  

Publicado por em