Milhares de pessoas acompanharam os blocos pelo Rio de Janeiro

O final de semana foi um prenúncio de como será o Carnaval 2012. Milhares de pessoas acompanharam os blocos de rua por toda a cidade. Neste domingo, o grande destaque foi o Bloco da Preta Gil que arrastou 250 mil pessoas pela Avenida Rio Branco

  
  
Antes de Preta Gil, quem tomou conta do centro da cidade foi o Escravos da Mauá

O final de semana foi um prenúncio de como será o Carnaval 2012 no Rio de Janeiro. Milhares de pessoas acompanharam os blocos de rua por toda a cidade. Neste domingo, o grande destaque foi o Bloco da Preta Gil que arrastou 250 mil pessoas pela Avenida Rio Branco, coração do centro comercial da cidade. A cantora agitou o público e teve seu momento máximo de emoção ao colocar todos para rezar um Pai Nosso em memória das vítimas do desabamento na rua 13 de maio ao passar pela região. O sucesso do bloco foi tão grande que a cantora clamou para continuar tocando mesmo após horas de desfile.

Antes de Preta Gil, quem tomou conta do centro da cidade foi o Escravos da Mauá. Cerca de oito mil pessoas esfilaram em companhia de pernas de pau, com muito humor e um colorido especial. A segurança foi garantida pela Polícia Militar e a Guarda Municipal.

Momentos de emoção também no bloco Fogo e Paixão, que homenageou o cantor Wando, que morreu esta semana. Os organizadores jogaram flores e calcinhas vermelhas para os fãs, como fazia o cantor ao interpretar a música que deu nome ao bloco que se apresentou no Largo de São Francisco, no centro da cidade, para 1,5 mil pessoas. Pela manhã, o Suvaco do Cristo abriu o pré-Carnaval pelas ruas do Jardim Botânico. Já às nove da manhã o bloco arrastou 30 mil pessoas. Grupos fantasiados e uma bateria afinada deram o tom da festa aos pés do Cristo Redentor.

Para as crianças, a festa foi garantida pelos Gigantes da Lira, que já virou referência no Carnaval carioca. O bloco de Laranjeiras recebeu mais de 3 mil pessoas - entre foliões mirins e seus acompanhantes - que se divertiram em companhia de palhaços, pernas de pau e muito humor.

Nas ruas de Madureira o grande homenageado foi o cantor e compositor Paulinho da Viola. O Bloco Timoneiros da Viola saiu com 5 mil pessoas em companhia de grandes nomes do samba como o próprio homenageado, e integrantes da Velha Guarda da Portela, como Monarco e Tia Surica. A festa foi cercada de muita emoção e samba de primeira para ninguém botar defeito.

Em Campinho, o Meu Amor, Vou Ali, um dos mais tradicionais da região, arrastou 30 mil pessoas pelas ruas do bairro. A Banda da Barra comprovou ser uma das mais importantes da região, reunindo 25 mil foliões. Em Copacabana, o Blocão juntou mil pessoas e seus bichos de estimação fantasiados, mostrando que carnaval é mesmo uma festa em que todo mundo se diverte.

Fonte: Rio Guia Oficial

  
  

Publicado por em