Minas Gerais recebe o maior Festival de Artes do Mundo em 2013

Berço de grandes personalidades culturais, a cidade de Ubá (MG) sediará a quarta edição do Festival Mundial da Arte pela Paz, em julho de 2013. E Festival é promovido pela Academia Internacional de Artes

  
  
A Comunidade Virtual da organização do evento conta atualmente com mais de 1,8 mil membros, entre artistas e colaboradores, de 118 países do mundo

Berço de grandes personalidades culturais, a cidade de Ubá (MG) sediará a quarta edição do Festival Mundial da Arte pela Paz, em julho de 2013. Promovido pela Academia Internacional de Artes, o festival passou em suas edições anteriores por Atenas, na Grécia; São Petersburgo, na Rússia; e, neste ano, em Pequim, na China. A escolha de Ubá como sede do próximo evento aconteceu no ano passado, mas a apresentação oficial foi realizada nesta terça-feira (5), em Brasília.

“Ser palco de um evento desse porte representa uma grande oportunidade para Ubá e para o turismo brasileiro, pois aproxima o interesse dos estrangeiros e dos próprios brasileiros para o interior do país”, afirmou o representante do Ministério do Turismo no evento, José Francisco Salles Lopes, diretor do

Departamento de Estudos e Pesquisas.
Terra natal do saudoso compositor brasileiro Ary Barroso, Ubá está se preparando para receber esse grande legado cultural. Serão 15 dias dedicados a exposições de arte e apresentações culturais. Estima-se que mais de duas mil pessoas devam passar pela cidade no período. “Os artistas vão se hospedar nas casas dos ubaenses, gerando uma espécie de intercâmbio cultural. É um grande acontecimento para a cidade”, disse o assessor e produtor do Comitê Brasileiro da Arte pela Paz, Airan de Rezende Boa Morte.

A Comunidade Virtual da organização do evento conta atualmente com mais de 1,8 mil membros, entre artistas e colaboradores, de 118 países do mundo, nos cinco continentes. Eles prometem realizar o maior de todos os festivais, não somente pela participação dos artistas brasileiros, mas principalmente pela convergência entre diversas linguagens e manifestações artísticas, como música, artes visuais, artes cênicas, artesanatos e literatura. Uma das ações para o próximo ano é promover jovens artistas brasileiros e estrangeiros que estão se inserindo no mundo das artes, sem esquecer os que já estão consolidados nesse mercado.

A cerimônia em Brasília reuniu representantes dos comitês Mundial, Brasileiro e Municipal da Arte pela Paz e de embaixadas de diversos países. Na oportunidade, foi feita uma homenagem ao ex-vice-presidente da República, José Alencar, em reconhecimento ao seu apoio e esforço para a escolha da cidade de Ubá para sediar o evento.

Arte pela paz
O festival não tem finalidades lucrativas. Os artistas expositores participam como voluntários e depois doam suas obras para a realização de um leilão em prol de programas educacionais, sociais e culturais do país que recebe o evento. “O objetivo do festival é mostrar que, unidos através da amizade e da arte, podemos trazer a paz para o mundo”, explicou Boa Morte.

O 4º Festival Mundial da Arte pela Paz, que conta com o apoio institucional do Ministério do Turismo, será realizado no Horto Florestal, parque de Exposições Irineu Gomes Filho.

Fonte: MTur

  
  

Publicado por em