MTur fará levantamento da oferta cultural e turística de Búzios, Parati e Petrópolis

Objetivo é construir um banco de dados com informações sobre atrativos naturais e culturais de cada destino

  
  
Palácio de Cristal em Petrópolis (RJ): com o levantamento da oferta, fica mais fácil aos destinos turísticos brasileiros acessarem recursos federais

Os municípios fluminenses de Búzios, conhecido pelas belas praias e agitada vida noturna da Rua das Pedras; Parati, cidade colonial considerada Patrimônio Histórico Nacional, rica em belezas naturais e históricas; e Petrópolis, marcada pelo requinte imperial e clima ameno da região serrana do estado; ganharão, em 2010, um importante instrumento de divulgação: o Inventário Turístico.

O levantamento da oferta cultural e turística dos três destinos – considerados indutores do desenvolvimento do turismo em suas regiões pelo Ministério do Turismo (MTur) –, é uma iniciativa do MTur sob execução do Instituto IDEIAS.

Entre os pontos a serem pesquisados estão os atrativos naturais e culturais, a infraestrutura, as associações, o patrimônio histórico e ambiental e o comércio turístico. As pesquisas de campo serão realizadas por meio de questionários, visitas a estabelecimentos e registro fotográfico.

Segundo a coordenadora geral de Regionalização do MTur, Ana Clévia Guerreiro, a participação dos moradores e empresários, ao fornecer informações aos pesquisadores, é fundamental para o sucesso da ação. A conclusão do projeto está prevista para novembro de 2010.

Cada empresa visitada ganhará um adesivo de participação e fará parte do portal de turismo do destino. No portal de cada município, o turista encontrará um banco de dados com informações levantadas durante o inventário: fotos, roteiros, calendário de eventos, mapas e vídeos. O visitante poderá criar seu próprio roteiro. Já o empresário terá uma senha de acesso para adicionar informações, fotos e vídeos ao canal de seu estabelecimento. Assim, o inventário estará sempre atualizado.

O inventário de uma cidade é exigência do MTur definida pela Lei 11.771/08 e a sua realização facilita o acesso a recursos federais. “Além dos trâmites legais, o levantamento completo dos atrativos e serviços oferecidos auxilia o desenvolvimento do setor, bem como o planejamento de projetos e eventos para as cidades”, destaca Guerreiro.

A ação conta também com o apoio do Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (SEBRAE/RJ), da Companhia de Turismo do Estado do Rio de Janeiro (Turisrio), do Fórum Estadual dos Secretários de Turismo e Secretarias de Turismo municipais.

Instituto IDEIAS – O instituto possui experiência há mais de nove anos na realização desse tipo de pesquisa. Entre os inventários realizados pelo IDEIAS estão o de Juiz de Fora (MG), São Pedro da Aldeia (RJ). O inventário de Angra dos Reis (RJ) está em fase de conclusão.

Fonte: MTur

  
  

Publicado por em