Museu Pelé abre nesta segunda-feira e estará entre os 20 locais mais visitados do mundo; Veja fotos

Primeiro museu do mundo construído para homenagear Pelé, o local abrirá as portas ao público nesta segunda-feira (16/06). Com expectativa de receber 1,5 milhão de turistas/ano, o espaço ficará entre os 20 museus com mais visitantes do mundo

  
  
O acervo total contará com 2.545 peças, mas a mostra permanente terá 110 itens. A Taça de melhor jogador do mundo dada, em 2014, pela FIFA ao jogador também estará no Museu

Inaugurado neste domingo (15/06) com a presença de Dilma Rousseff, Geraldo Alckmin e do Rei, o Museu Pelé deverá estar entre os 20 equipamentos turísticos mais visitados do mundo em 2015. A grande festa que foi realizada para a abertura faz jus ao tamanho da obra e importância que o Museu terá para o Brasil e a cidade de Santos. O novo equipamento espera receber 600 mil turistas apenas em 2014. A expectativa é que por ano, o Museu seja visitado por cerca de 1,5 milhão de pessoas e entre na lista dos 20 mais visitados do mundo.

Segundo o ranking elaborado pelo tradicional jornal inglês "The Art Newspaper", o museu mais visitado do mundo é o “Louvre”, em Paris, que conta anualmente com cerca de 10 milhões de visitantes. Em segundo lugar está o “Metropolitan Museum of Art”, de Nova Yorkm que recebe 6 milhões de turistas por ano. Fechando o Top 3 está o “British Museum”, de Londres, com 5,5 milhões de visitantes ao ano.

Na penúltima posição da lista dos 20 museus mais visitados no mundo está o Palácio do Kremlin, em Moscou, com cerca de 1,5 milhão de turistas por ano. Com a expectativa de receber o mesmo público durante o ano de 2015, o Museu Pelé deverá aparecer na lista já no próximo ano.

O Centro Cultural do Banco do Brasil (CCBB) do Rio de Janeiro recebe cerca de 2 milhões de visitantes ao ano, mas não se enquadra como um museu. A justificativa é que o local recebe um grande público devido as exposições itinerantes e não pela permanente, ao contrário dos que estão na lista.

Museu Pelé
Com 4.134 m² de área construída, o Museu Pelé terá três blocos. As obras foram iniciadas em 2010 e custaram R$ 50 milhões, sendo que 60% do valor veio da iniciativa privada. A entrada custará R$ 18 por pessoa e crianças entre 6 e 12 anos, estudantes, professores e maiores de 60 anos pagam meia-entrada.

O acervo total contará com 2.545 peças, mas a mostra permanente terá 110 itens. A primeira exposição temporária do Museu será “Quatro Copas e um Rei” que trata sobre a participação de Pelé nas Copas do Mundo de 1958, 1962, 1966 e 1970. Entre os objetos expostos estão a caixa de engraxate que o Rei usava em Bauru para trabalhar, a réplica da Taça Jules Rimet que foi dada a Pelé pela FIFA, além de fotos, medalhas e diversas peças históricas. O Museu também possui recursos tecnológicos, jogos interativos, depoimentos e vídeos raros, como o de um "gol esquecido" de Garrincha em 1958.

Ele foi erguido nas ruínas dos antigos Casarões do Valongo que foram construídos entre 1867 e 1872. Ao longo de quase 150 anos, os prédios viveram do luxo a decadência. Neste período, a construção foi desde uma suntuosa moradia, sede da Prefeitura e Câmara de Santos até cortiços. Porém, dois incêndios no final do século passado destruíram o local. Abandonados por mais de 15 anos, os prédios só ganharam vida de novo com a construção do primeiro espaço dedicado exclusivamente ao Rei Pelé. O Museu está localizado no Centro Histórico de Santos, no Largo Marquês de Monte Alegre, nº 2.

Confira fotos do Museu Pelé
.

Com 4.134 m² de área construída, o Museu Pelé terá três blocos

.

A primeira exposição temporária do Museu será “Quatro Copas e um Rei” que trata sobre a participação de Pelé nas Copas do Mundo de 1958, 1962, 1966 e 1970

.

As obras foram iniciadas em 2010 e custaram R$ 50 milhões, sendo que 60% do valor veio da iniciativa privada

.

Abandonados por mais de 15 anos, os prédios só ganharam vida de novo com a construção do primeiro espaço dedicado exclusivamente ao Rei Pelé

.

O Museu Pelé está localizado no Centro Histórico de Santos, no Largo Marquês de Monte Alegre, nº 2

.

Ele foi erguido nas ruínas dos antigos Casarões do Valongo que foram construídos entre 1867 e 1872
  
  

Publicado por em